Jovens

Solteiro e feliz

Solteiro_e_feliz

Muitas pessoas têm a impressão de que para serem felizes precisam estar envolvidas em um relacionamento amoroso. Esta ideia errônea é uma das razões pelas quais alguns se aventuram em dezenas de relacionamentos que terminam em frustração. 

Estudando e observando relações humanas, entendi algo que parece óbvio, mas que muitos não conseguem assimilar: para ter um relacionamento amoroso feliz é preciso primeiro ser feliz sozinho. Não se trata de ser alguém individualista e que não precise de ninguém. Pessoas assim também possuem dificuldades na hora de se relacionar de forma mais afetiva. Eu me refiro a aprender a ser feliz consigo mesmo, enquanto se é solteiro. 

Uma das razões pelas quais isso é importante é porque quando não estamos felizes conosco, estamos com autoestima baixa e insatisfeitos com quem somos, corremos o risco de procurar no outro algo que preencha o buraco que temos deixado em nós mesmos. Então o outro passa a ser a razão da nossa felicidade. É ele/ela que nos faz sentir belos, importantes, úteis, especiais… enfim, que nos atribui valor.

E passamos a depender do outro de forma que quando ele se chateia conosco, isso é o fim do mundo. Se o namoro acabar é porque eu sou a pessoa mais indesejável do planeta e se ele faz alguma crítica é porque eu sou insuficiente. Muitos e muitos relacionamentos entram em crise por causa desse tipo de dependência que gera uma série de problemas para o casal.

 Outra razão tem a ver com o fato de que se eu não consigo ser feliz sozinha, quando estou apenas na minha companhia, como posso pensar que farei alguém feliz? Se eu não gosto de estar a sós comigo mesma, como posso acreditar que outra pessoa gostará de estar a sós comigo? Pessoas que não conseguem ser felizes quando não estão namorando, são, muitas vezes, pessoas que têm um olhar negativo sobre si e sobre a vida. “Nada está bom, a menos que eu tenha um namorado”, é assim que muitas garotas pensam. São pessimistas, às vezes amargas, muito críticas consigo, e quando se envolvem numa relação amorosa, ou incomodam o outro com essa forma negativa de pensar ou o sufocam com a dependência que já comentamos acima. São uma companhia desagradável, e por isso acabam ficando sós novamente.

 Uma terceira razão para aprender a ser feliz enquanto está só, é que as pessoas não são eternas. Você pode encontrar alguém maravilhoso, e esta pessoa pode se apaixonar por você, mas ela é livre para um dia deixar de gostar de você, ou para terminar o relacionamento por diferentes razões, e além disso, como qualquer ser humano ela está sujeita à morte. Ou seja, numa relação a dois, não temos garantia alguma que alguém estará conosco até o último dia de nossa vida. Por diferentes razões essa pessoa pode se ausentar de nosso lado, e nossa felicidade não precisa se ausentar junto com ela. Pessoas não são eternas e não são propriedades nossas. Precisamos aprender a ser felizes com e sem elas.

O relacionamento amoroso é algo muito especial, e por isso merece ser considerado com carinho. Quando entramos numa relação sem estarmos preparados, não somos apenas nós que colhemos as consequências. Existe uma segunda pessoa que arca com as consequências da nossa imaturidade. Por isso, se queremos viver felizes ao lado de alguém, fazendo esse alguém feliz, precisamos começar a viver essa felicidade enquanto estamos sós. Então, quando encontrarmos alguém especial com quem valha a pena compartilhar essa felicidade que possuímos, seremos felizes de uma nova maneira!

Karyne M Lira Correia – Psicóloga

Leia outros artigos sobre relacionamento:



comments powered by Disqus

WordPress Video Lightbox