Jovens

Enésio Galosse da Silva

Enésio Galosse da Silva pictureMeu nome é Enésio, tenho 40 anos, sou natural do Rio de Janeiro e quero compartilhar com você um pouco da minha história.
Eu estava desiludido com a vida há algum tempo.Não tinha mais prazer nas coisas, não trabalhava com responsabilidade e deixava a desejar em meus compromissos familiares.
Minha esposa e minha filha sofriam com as minhas atitudes. Eu cheirava cocaína diariamente, fumava crack, e usava maconha de vez em quando.Tentei suicídio três vezes. A verdade é que eu estava muito debilitado física e emocionalmente e já não via uma saída para minha situação. Então eu recebi a visita de um amigo, e ele me falou sobre um centro de recuperação para dependentes químicos no Rio de Janeiro.Quando eu cheguei ao Centro Vidas Transformando Vidas, eu pesava 62 quilos, o que não é normal para alguém que mede 1m80cm. Após três meses de tratamento, descobri que estava doente. Mas agora, eu acredito que existe alguém que pode me ajudar, um Deus que aprendi a conhecer e a confiar.Eu digo que aprendi a viver novamente aos 40 anos. Aqui no Centro Vidas Transformando Vidas, eu aprendi um novo estilo de vida. Eu aprendi a comer melhor e a manter um hábito de alimentação saudável. Aprendi a importância de beber água e me manter bem hidratado, aprendi que uma coisa tão simples como respirar o ar puro faz toda a diferença! Aqui eu consegui ficar longe das drogas que eu usava, só que não foi fácil. E eu sei que tenho uma longa caminhada pela frente. A recuperação é um processo, mas tenho vivido um dia de cada vez. Porém eu aprendi que posso entregar minhas preocupações e angústias nas mãos de alguém que me conhece como ninguém, e eu sei que Jesus estará ao meu lado em cada passo que eu der.Depois de passar pelo Centro Vidas Transformando Vidas, eu volto para minha cidade não apenas com uns quilinhos a mais. Eu volto pesando 91 quilos, mas volto leve porque deixo para trás aquele enorme peso que estava me arrastando para a morte.A gratidão que eu tenho no coração é imensa. Eu voltei a ter vontade de viver! E hoje, mais do que nunca, eu quero amar a Deus e a minha família. E de agora em diante, eu quero poder ajudar a outros que precisam do meu auxílio.Mas antes de terminar, eu precisava dizer meu muito obrigado a todos os que me ajudaram. Se não fosse a equipe da ADRA, seus psicólogos, profissionais da saúde, voluntários e administradores, é bem possível que eu não estivesse mais aqui para contar esta história.Eu sou uma vida transformada! E e o meu desejo, é ajudar outras pessoas que hoje dependem das drogas a serem totalmente dependentes de Deus.

Enésio Galosse da Silva- Rio de Janeiro

WordPress Video Lightbox