Jovens

História

Foi em 1852, quando Tiago White preparou as primeiras lições da Escola Sabatina para jovens, que a Igreja começou a oferecer um programa mais voltado às necessidades dos jovens.

A preocupação mais efetiva, porém, surgiu em 1879 com dois garotos, Harry Fenner, de 16 anos, e Luther Warren, de 14. Eles queriam um movimento mais para jovens mais efetivo, e resolveram entrar em ação. Começaram organizando reuniões em Hazelton, Michigan, apenas para rapazes, num pequeno cômodo da ca-sa dos pais de Luther. O objetivo deste primeiro grupo de jovens era promover o trabalho missionário, levantar fundos para a literatura missionária e promover a causa da temperança. Um pouco mais tarde, as moças também foram convidadas a participar, e as reuniões passaram a ser realizadas, então, no grande salão de uma casa, com alguns dos membros adultos da família.

A partir desta primeira Sociedade de Jovens, outras mais começaram a ser organizadas. Em 1891 em Wisconsin, em 1893 em Lincoln (Nebrasca), até que em 1899 a Associação de Ohio em Mout Vernon criou oficialmente um departamento de jovens.

Pouco tempo depois, em 1901, a Associação Geral tomou as primeiras providências para a forma¬ção de uma organização de jovens oficial, aprovando o conceito da Sociedade de Jovens e recomendando que fosse formada uma comissão para estabelecer um plano de organização. O Departamento de Escola Sabatina, dirigido pela Sra. Flora Plummer, passou oficialmente a coordenar a obra entre os jovens a nível de Associação Geral. A Sra. Plummer coordenou o trabalho até 1907.

Organização

A organização definitiva de um departamento de jovens, a nível mundial ocorreu apenas no Concílio da Associação Geral realizado em Gland, Suíça, no início da primavera de 1907. Foi eleito M. E. Kern como diretor e Matilda Eridcson como secretária . No verão do mesmo, ano cerca e 200 obreiros se reuniram em Mount Vernon, Ohio, para uma convenção de jovens a fim de escolher um nome para o departamento e preparar outras recomendações.

Foram adotados, então, o Calendário da Devoção Matinal e o Clube do Li¬vro dos Missionários Voluntários (MV), e o grupo votou observar o “Dia do MV” em cada Igreja uma vez por ano. O nome finalmente escolhido para o departamento foi “Departamento dos Missionários Voluntários dos Jovens Adventistas do Sétimo Dia”. Através dos anos ele passou a ser conhecido como “Departamento MV”, e a organização de jovens na Igreja local foi chamada de “Sociedade MV”. As reuniões públicas dos jovens passaram a ser designadas” como “Programa MV”.

A Primeira Guerra Mundial atrasou um pouco o desen¬volvimento do ministério com os jovens, mas depois da guerra os líderes de jovens Adventistas usaram histórias, passeios a pé, jo¬gos, artes, trabalhos manuais e acampamentos para atingir as necessidades dos jovens. Em 1926, já aconteceu o primeiro acampamento MV oficial realizado por uma Associação, em Townline Lake, Michigan, dirigido por Grover Fattic.

Já o primeiro congresso jovem MV aconteceu pouco depois, em 1928, em Chemnitz, Alemanha, na Divisão Central-Européia, e Steen Rasmussen era o líder de jovens. Depois de 41 anos, em 1969, foi realizado, então, o primeiro Congresso Mundial de Jovens, em Zurich, Suíça, quando Theodore Lucas era o diretor mundial de jovens.

A mudança do nome de “Missionários Voluntários” (MV) para “Jovens Adventistas” (JA), como conhecemos hoje, aconteceu apenas em 1978. Já em julho de 2005, em Saint Louis (EUA), a Assembléia da Associação Geral votou adotar o nome de “Ministério Jovem” para o trabalho em conjunto realizado com jovens, desbravadores e aventureiros.

Passaram-se mais de 150 anos desde a primeira iniciativa da igreja em atender os jovens. A história mostra que passo a passo esse ministério foi crescendo, se ajustando e buscando as melhores maneiras de “salvar do pecado e guiar no serviço”. Agora que estamos em pleno século 21, tempo de mudanças rápidas e liderança ágil, é preciso buscar novas maneiras de tornar a igreja aberta e atrativa, além de envolver e salvar nossos jovens.

Agora é o tempo e oportunidade para trabalharmos pelos jovens… Ellen White, Só Para Jovens, página, 23

  • Jeronimo

    Alguém pode me explicar melhor sobre o funcionamento do mistério jovem?
    Eu vi que tem lenço e uniformes assim como os desbravadores.
    Em minha região não conheço nenhuma igreja adventista que usa tais uniformes.
    Agradeço por toda informação que me possa ser cedida.
    Contato: jeronimodejesus7@gmail.com e 11989205203 (whats)

  • Danie Schmidt

    Irmaos Jovens Adventista, sente o chamado para colportagem jovem? SIM !!!! entre em contacto danielschmidt220@gmail.com ok mais informações sobre a campanha 2015 2016

  • Anibal Gil

    Oi gente, sou Aníbal, estudante de Teologia de 5º ano pela Universidade Adventista da Bolívia. Este ano, 2016, estou trabalhando na elaboração de minha tese cujo título é ” Los impactos espirituales de la Misión Caleb en la vida del joven adventista de Bolivia” (Os impáctos espirituais da Missão Calebe na vida do jovem adventista da Bolívia). Sugiro aos líderes que façam um documentário (talvez já exista e ainda não tomei conhecimento) sobre os jovens pioneiros da Missão Calebe, Estatielma, Noranei e Leonardo, da cidade de Guanambi, aí na Bahia, para que esteja a disposição de todos. Quem sabe essa será mais uma maneira de mantermos viva a nossa identidade. Poderia ser solicitado a publicação deste pela Rede Novo Tempo (ressalto que é apenas uma sugestão. Parabéns pelo Site!)

  • Paulo Ferreira

    Sera que e necessario se criar o Cluble de Jovens ou dar mais suporte para o Ministerio que já existe? Porventura não havera conflito? foi debatido o assunto com teologos, psicologos, antropologos e sociologos da propria igreja. Ou alguém teve uma idéia e simplesmente achou que vai dar certo?

    • MARKZ

      O CLUBE DE JOVENS É DENTRO DO PRÓPRIO MINISTÉRIO JOVEM.
      MINISTÉRIO JOVEM ENTRA CLUBE DE JOVENS/SOCIEDADE JOVEM, UNIVERSITÁRIOS E MÚSICA.
      E COM ISSO NÃO HA CONFLITO ALGUM MEU AMIGO

WordPress Video Lightbox