Igreja Adventista do Sétimo Dia – Institucional

Orientações da Igreja Adventista do Sétimo Dia Sobre o Retorno aos Cultos Presenciais e Ênfases de Ação

Orientações da Igreja Adventista do Sétimo Dia Sobre o Retorno aos Cultos Presenciais e Ênfases de Ação

Diante da possibilidade de abertura dos templos para cultos presenciais,  a Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul orienta que o retorno às atividades religiosas aconteça de forma progressiva, com responsabilidade e prudência. Por isso, em cada região, os administradores deverão realizar as análises de cenários, riscos e impactos sociais, seguindo as determinações governamentais e as orientações do escritório jurídico institucional. A decisão sobre o reinício das reuniões será divulgada pelas Associações/Missões correspondentes, observando as recomendações deste documento.


Retorno aos cultos presenciais

  1.  Templos 
    1. Cumprir os cuidados sanitários referentes à pandemia em todos os ambientes do templo, especialmente onde há maior circulação de pessoas.
    2. Manter boa ventilação em todos os locais, antes e durante a permanência dos membros, e não permitir o acesso ao templo logo após o término do culto.
    3. Oferecer cultos em diferentes horários para distribuir os participantes e evitar aglomerações.
    4. Realizar a higienização das áreas comuns do templo entre as reuniões.
    5. Analisar, com prudência, o melhor momento para retomar as atividades que ocorram fora dos horários regulares de culto (Pequenos Grupos, reuniões de clubes, ensaios etc.).
  2. Cultos
    1. Apresentar o vídeo especial com boas-vindas e orientações sobre medidas preventivas no templo durante este período. Disponível em: adventistas.org/cultospresenciais 
    2. Seguir as orientações normativas do distanciamento social em todos os cultos ou reuniões.
    3. Adotar as orientações sanitárias locais quanto ao uso de máscara.
    4. Evitar cumprimentos que envolvam contato físico.
    5. Recomendar que as pessoas dos grupos de risco ou que tenham sintomas da COVID-19 participem do culto de maneira virtual.
    6. Adaptar a liturgia do culto e Escola Sabatina, otimizando o tempo da programação, sem comprometer o estudo da Bíblia.
    7. Intensificar os cuidados com as crianças em suas diferentes atividades, especialmente nos momentos da Adoração Infantil, e avaliar a necessidade de mantê-las com as suas famílias durante a Escola Sabatina.
    8. Manter ativos os canais de comunicação da igreja nos meios virtuais.
  3. Pastores
    1. Iniciar um processo gradual de transição do atendimento virtual para o presencial, respeitando as orientações de prevenção.
    2. Organizar um plano progressivo de visitação aos membros da igreja, priorizando as pessoas mais necessitadas e mantendo o atendimento virtual aos infectados e aos que pertencem aos grupos de risco.
    3. Dar atenção especial às pessoas interessadas e às que estão decididas pelo batismo.
    4. Implementar projetos de solidariedade, atendendo as famílias em situação de vulnerabilidade.
    5. Adotar as devidas precauções de saúde ao realizar visitas, batismos e a Ceia do Senhor.
  4. Associações e Missões
    1. Realizar campanhas especiais envolvendo a liderança das igrejas locais, conscientizando os membros sobre a importância da adoração em comunidade.
    2. Priorizar o recomeço específico das atividades nas igrejas locais e avaliar o momento adequado para retomar os eventos do distrito e do Campo.
    3. Envolver os departamentais do Campo, dentro do possível, no apoio aos distritos em que os pastores fazem parte dos grupos de risco e seguirão em trabalho remoto.
    4. Organizar equipes de profissionais de saúde das igrejas locais para que ajudem e orientem os membros quanto aos cuidados com a saúde física e emocional.

Ênfases de ação – “Uma Voz de Esperança”

Durante a retomada dos cultos presenciais, a igreja identificará suas ações internas e externas com a marca “Uma Voz de Esperança”, para transmitir uma mensagem bíblica e profética positiva no contexto pós-crise e para fortalecer o discipulado, de acordo com as ênfases mencionadas abaixo. A proposta detalhada e materiais de apoio podem ser encontrados em: adventistas.org/umavozdeesperanca

  1. Comunhão – Confirmando a Esperança
    1. Promover o estudo dos livros de Daniel e Apocalipse.
    2. Incentivar a devoção pessoal e a leitura do livro O Grande Conflito.
  2. Relacionamento – Compartilhando a Esperança
    1. Organizar grupos de profissionais da área da saúde emocional para atender gratuitamente às pessoas em situação de vulnerabilidade.
    2. Promover a arrecadação e entrega de cestas de alimentos, junto com o livro missionário, para ajudar famílias com maiores necessidades.
  3. Missão – Multiplicando a Esperança
    1. Capacitar os membros da Igreja a dar estudos bíblicos aos seus amigos e familiares, enfatizando as profecias do Apocalipse. 
    2. Realizar na igreja local uma classe bíblica sobre o Apocalipse e acompanhar os interessados nos estudos da Novo Tempo.
WordPress Image Lightbox Plugin