Ministério Pessoal

Frentes Missionárias

Frentes Missionárias é o nome dado as ações de linha de frente da igreja Adventista do 7o. Dia na tarefa de conquistar amigos para Deus. Elas podem ser vistas nos trabalhos das duplas missionárias, classes bíblicas, instrutores bíblicos em geral, ou em alguma outra atividade organizada e diretamente relacionada com a salvação de pessoas.

Classes Bíblicas

Na comissão dada aos discípulos, Cristo não somente lhes delineou a obra, mas deu-lhes a mensagem: “Ensinai o povo, disse, ”a guardar todas as coisas que Eu vos tenho mandado”. Os discípulos deviam ensinar o que Cristo ensinara. O que Ele falara, não só em pessoa, mas através de todos os profetas e mestres do Antigo Testamento”. DTN, pág.826

“Não é somente a pregação que deve ser feita. Precisa-se de incomparavelmente menos pregação. Importa devotar mais tempo a educar pacientemente outros, dando aos ouvintes oportunidade para se exprimirem. É de instrução que muitos necessitam, regra sobre regra, mandamento sobre mandamento,um pouco aqui,um pouco ali.”Evangelismo,pág. 338.

Duplas Missionárias

Chamando os doze para junto de Si, Jesus ordenou-lhes que fossem dois a dois pelas cidades e aldeias. Nenhum foi mandado sozinho, mas irmão em companhia de irmão, amigo ao lado de amigo. Assim se poderiam auxiliar e animar mutuamente, aconselhando-se entre si, e orando um com o outro, a força de um suprindo a fraqueza do outro. Da mesma maneira enviou Ele posteriormente os setenta. Era o desígnio do Salvador que os mensageiros do evangelho assim se associassem. Teria muito mais êxito a obra evangélica em nossos dias, fosse esse exemplo mais estritamente seguido. Evangelismo, pág. 72.

Apelo aos nossos irmãos para que saiam como missionários, de dois em dois aos lugares do interior. Ide em humildade. Cristo nos deu o exemplo, e o Senhor certamente abençoará os esforços daqueles que saírem no temor de Deus, proclamando a mensagem que o Salvador deu aos primeiros discípulos: “O reino de Deus está próximo.” Evangelismo pág. 51 e 52.

Cristo enviava Seus discípulos dois a dois, a lugares a que Ele iria depois. Evangelismo, pág.58.

Há necessidade de dois trabalharem juntos; pois um pode animar ao outro, e podem aconselhar-se, orar e examinar a Bíblia um com o outro. Nisto podem adquirir uma visão mais ampla da verdade, porquanto um verá um aspecto e o outro, outro aspecto da verdade. Se estiverem em erro, podem corrigir-se mutuamente, tanto na linguagem como na atitude, de modo que a verdade não seja considerada levianamente por causa dos defeitos de seus defensores. Se o obreiro for enviado sozinho, não haverá quem veja e corrija seus erros. Quando, porém, dois saem juntos, pode haver uma obra educativa, e cada um deles se tornará o que deve ser um bem-sucedido ganhador de almas. Evangelismo, pág. 74.


vídeos

Atenção! O tamanho do Widget selecionado é incompatível com esta Sidebar. Por favor, reveja suas configurações.
WordPress Video Lightbox