Serviço Voluntário Adventista

Perguntas para Meditar

Antes de embarcar na aventura do voluntariado, tome um tempo e pense:

10 questões a se considerar

Adaptação as mudanças

Eu me adapto rapidamente (dentro de aproximadamente um mês ou algo assim) à mudanças importantes na minha vida ou demoro muito? Quão estressante são as mudanças para mim?

Para viver em uma nova cultura, é necessário fazer muitos ajustes: língua, estilo de vida, alimentação, moradia, recreação, comunhão e adoração. Não espere que a cultura se encaixe à você ou que as pessoas locais mudem por sua causa. É você que deve se adaptar ao novo ambiente!

Você vai precisar fazer alguns ajustes nessas e em outras áreas, portanto, pergunte ao supervisor do projeto e/ou às pessoas locais sobre o que é importante você saber. E peça a Deus para ajudá-lo a se preparar e conseguir se adaptar a esses ajustes.

Iniciativa e direção

Tenho a iniciativa no meu trabalho e na minha vida? Ou prefiro ter alguém que me lidere em um plano e direção?

Não há nenhuma garantia de que seu trabalho será exatamente como descrito. Você vai descobrir que muitas decisões e ações vão depender de você. Fique preparado para ser flexível para lidar com possíveis alterações ou para desenvolver atividades extras. No campo missionário há muito espaço para inovar e sempre há algo a mais que pode ser feito em benefício das pessoas locais.

Concentração e privacidade

Poderiam os seguintes fatores afetarem substancialmente a minha concentração ou meu desempenho: desconforto físico, chuva constante, insetos, dieta pobre, falta de sono ou de privacidade?

Aonde quer que você esteja como voluntário, os confortos do seu lar provavelmente não estarão lá. E muitas vezes isto pode gerar certa incomodidade e repercute no seu estado de ânimo, e no desempenho do seu trabalho.

Por exemplo, se você é vegetariano, haverá alguns países onde você poderá ter problemas em encontrar comida. Outros países podem ter dietas locais que são ideais para os vegetarianos. Também, em alguns lugares você encontrará climas difíceis de suportar (como calor ou frio extremo), e tudo o que isso traz (humidade, seca, insetos, etc.). Alguns casos, você precisará morar em instalações que não há serviços básicos e, muitas vezes, com companheiros de casa.

Tome tempo para investigar o lugar onde você está interessado em servir e as condições de alojamento, alimentação e trabalho, com o objetivo de identificar o que mais se adequa a você, para que a experiência de serviço seja positiva.

Para mais informação, entre em contato com o coordenador de sua Divisão ou o supervisor do chamado que você escolheu.

Comportamentos novos

Como eu atuo diante de comportamentos novos para mim e de pessoas com uma cultura diferente à minha?

Os colegas na sua nova cultura terão diferentes origens e um sistema de valores diferente do seu. Aprender a compreender outras perspectivas é um recurso necessário que deverá ser desenvolvido. É mais fácil se relacionar com as pessoas quando se tenta compreender o seu contexto de vida. Aprenda a não julgar!

Relacionamento estável

Se você é casado(a) pensa o seguinte: Meu casamento é estável? Nós crescemos quando estamos juntos por um longo tempo, ou vivemos felizes quando estamos mais separados um do outro?

Relações geralmente tornam-se mais fortes no campo missionário, mas relacionamentos instáveis podem entrar em colapso sob o estresse e as exigências de um novo ambiente. Antes de pensar em ir em uma missão de voluntariado, é uma boa ideia você e seu parceiro conversarem sobre o relacionamento e, claro, orar para saber se é isso o que Deus quer para vocês.

Expectativas sobre mim e outros

Quão rígido sou nas expectativas sobre mim mesmo e os outros?

Ser capaz de aceitar os outros e sua forma de viver é essencial, assim como aprender a lidar com as mudanças em si mesmo. Nem tudo vai acontecer da forma como você planejou, portanto, seja flexível com suas expectativas para não ficar desencorajado!

Lidar com o desconhecido

Eu consigo lidar com o desconhecido?

É essencial para o voluntário saber lidar bem com o desconhecido. A vida é cheia de surpresas, especialmente em um ambiente novo. Muitas vezes o desconhecido gera temor, mas é importante que o voluntario se mantenha preparado e com uma mentalidade aberta a mudanças para um bom desempenho no campo missionário.

Sucesso em tudo

Lidar com o fracasso é mais importante do que você pensa! Se esta é sua primeira vez fora do país, ou a primeira vez que vai servir em uma posição específica, não espere fazer tudo perfeitamente logo na primeira vez. Permita-se a oportunidade de aprender e crescer. Busque sempre fazer o seu melhor, peça orientação das pessoas mais experientes ao seu redor e ore para que Deus complete o que falta em você.

Confortável com outras pessoas

Me sinto confortável morando com outras pessoas, ou prefiro morar sozinho(a)?

Certifique-se de conferir a seção de Alojamento nos projetos nos quais você está interessado. Se você realmente gosta de privacidade, não escolha um projeto no qual você terá de viver com outros voluntários. Por outro lado, se você gosta de companhia, poderá se sentir mal em viver num lugar onde você será o único voluntário e vai viver sozinho.

Problemas de saúde

Tenho problemas de saúde (alergias, doenças, etc.) O que devo levar em conta?

Alguém com alergia a mofo deve pensar duas vezes antes de servir em um ambiente de mata, onde pode haver uma grande quantidade de mofo e fungos. Da mesma forma, pessoas com asma grave devem evitar servir em regiões onde a poluição do ar é muito grande. Se você estiver doente durante o tempo todo em que estiver servindo, você vai se sentir inútil e provavelmente não será tão eficaz como gostaria de ser.

Voluntários que tenham graves problemas de saúde têm que ter cuidado ao escolher um país para servir. Devem descobrir se aquele país tem os recurso médicos necessários em caso de alguma coisa acontecer. Esta é outra razão importante para fazer uma pesquisa sobre os países em que está interessado servir.

WordPress Video Lightbox