Saúde

Blog

Seven-day human biological rhythms: An expedition in search of their origin, synchronization, functional advantage, adaptive value and clinical relevance

Nesse artigo de revisão, um grupo de cronobiologistas (pesquisadores dos ciclos biológicos dependentes do tempo) discorre sobre um fenômeno pouco conhecido.


  • Compartilhar:

Nesse artigo de revisão, um grupo de cronobiologistas (pesquisadores dos ciclos biológicos dependentes do tempo) discorre sobre um fenômeno pouco conhecido: muitos seres, desde organismos unicelulares até o ser humano, possuem um ciclo biológico circasseptano, isto é, um ciclo de sete dias. Embora a maioria das pessoas já tenha ouvido falar do relógio biológico, poucos sabem que ele comanda mais que o sono noturno, mas também se envolve em ciclos mensais, anuais e outros. Embora a maioria desses ciclos seja facilmente associado a fenômenos naturais, o ciclo semanal é difícil de explicar ou de relacionar a qualquer fenômeno da natureza. Mesmo assim, as evidências mostram que ele é extremamente importante, presente em múltiplos organismos, e que pode ser a razão para que todas as tentativas de mudar o ciclo semanal no passado (para semanas de cinco ou dez dias) tenham falhado. O artigo inicia falando sobre como funciona esse ciclo em outros organismos e esclarece as bases fisiológicas de como ele funciona no ser humano, e as evidências científicas de seu funcionamento, e ainda chama a atenção para o fato de que todas as grandes religiões monoteístas do mundo sugerem um repouso semanal.

WordPress Video Lightbox Plugin