Mordomia Cristã

Acordo curioso

Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se Eu não vos abrir as janelas do Céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. Malaquias 3:10

Meu nome é Zacarías Limachi e minha esposa se chama Isidora Hinojosa. Temos dois filhos e vivemos na província Sud Yungas, em La Asunta. Conheci a verdade por meio de minha esposa, que frequentava a Igreja Adventista do Sétimo Dia desde menina. Toda a sua família é adventista.

Às vezes, eu não queria participar das campanhas da igreja ou não gostava quando eles nos visitavam em casa. Eu não estava preparado para frequentar a igreja, mas minha esposa me motivava a ir. No entanto, eu tinha medo. Quando ouvi que deveria devolver o dízimo, dar ofertas e fazer outras doações, fiquei aborrecido. Eu pensava que a igreja apenas queria dinheiro.Porém, minha esposa era fiel a Deus. Ela sempre separava o dízimo e entregava uma generosa oferta. Quando eu lhe perguntava por que ela fazia isso, sua resposta era: “Você não entende, Zacarías.” Isso era verdade. Eu tinha dificuldade para compreender a razão pela qual uma pessoa pode dar tanto dinheiro, embora não fosse muito.

Certo dia, minha esposa fez um pacto curioso com Deus. Ela prometeu ofertar para a construção da igreja um valor especial, e Deus, por sua parte, deveria me converter em membro da igreja. Bem, Deus cumpriu o desafio e minha esposa também cumpriu seu pacto. Foi assim que conheci a mensagem e comecei a frequentar a igreja. Nossos filhos nasceram e cresceram na igreja e, finalmente, compreendi que devo ser fiel a Deus no dízimo. O dízimo não nos pertence; é de Deus. Assim sendo, é nosso dever devolvê-lo.

Deus nos abençoou ainda mais porque, agora, minha esposa e eu estamos na igreja. Vimos sua mão cuidando de nossa vida e também de nosso empreendimento. Trabalhamos com transporte de cargas. Certo dia, decidimos
comprar um veículo maior, mas, ao comprá-lo, tivemos dificuldades com os trâmites, porque algumas pessoas quiseram nos dar calote. Porém, Deus se interpôs em nosso caminho e outras pessoas nos ajudaram a recuperar o que havíamos perdido, sem nos cobrar absolutamente nada.

Essa experiência nos levou a confiar mais em Deus e, em gratidão, decidimos aumentar nosso pacto para 30% de nossa renda.

Zacarías Limachi e Isidora Hinojosa
La Asunta (União Boliviana)

WordPress Lightbox Plugin