Mordomia Cristã

Lembranças

Elevo a Deus a minha voz, para que me atenda. Salmo 77:1

Todas as sextas-feiras sou tomada por lembranças. Memórias de dificuldades e desafios, mas especialmente de vitórias.

No ano de 2010, iniciei o curso de licenciatura em Matemática no Instituto Federal de Educação e Tecnologia (IFPE – Campus Pesqueira). Por ser um curso noturno, encontrei logo de início adversidades em relação à guarda do sábado.

Na minha turma havia mais três adventistas do sétimo dia. Ao recebermos o horário das aulas para o semestre, nós nos reunimos e fomos falar com o coordenador do curso, para expor nossa situação.

Nossa tentativa de cursar a cadeira da sexta-feira em outro horário ou em outra turma não foi somente negada, como também fomos maltratados. A frase que ouvimos ainda vem à minha mente: “Desistam. Esse curso não é para vocês.” Saímos desanimados, mas confiando em Deus. Ficamos devendo essa matéria e, para piorar a situação, era pré-requisito.

Depois de um tempo, cada um de meus colegas adventistas seguiu um rumo na vida e eu permaneci no curso. Eu não sabia, mas Deus estava preparando tudo. A dificuldade para pagar esse curso era grande, mas só os
adventistas ficaram devendo, e a quantidade de alunos era suficiente para abrir uma turma extra.

Algum tempo depois, recebi a notícia de que uma turma inteira iria cursar essa mesma cadeira à tarde, porque o professor da turma deles fora transferido e o outro professor que assumira só tinha disponibilidade à tarde. A partir daí, as bênçãos só aumentaram. Coisas extraordinárias aconteceram.
Professores permitiram que eu me ausentasse das aulas de sexta e realizasse as provas em outros dias da semana. Matérias foram mudadas para o horário da tarde ou manhã, por indisponibilidade dos professores; e chegou até mesmo a ter o horário fechado de um semestre sem nenhuma aula na sexta para toda a turma.

Para honra e glória de Deus, concluí minha faculdade no período regular de quatro anos, sem assistir a uma única aula no dia do Senhor. De toda a minha turma, que começou com 60 pessoas, só três colaram grau, e eu estava entre eles. Fui escolhida oradora da turma e pude testemunhar os feitos de Deus em minha vida.

Maria Janiely de Siqueira
Pesqueira, PE (União Nordeste Brasileira)

WordPress Lightbox Plugin