Mordomia Cristã

Milagre universitário

Beautiful tulips against dramatic sky

Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. Jeremias 29:12

Anália prestou vestibular para o curso de Direito da Universidade do Maranhão na cidade de Bacabal. Foi aprovada e sempre soube que Deus havia atuado de forma grandiosa neste resultado. Mas, o que não imaginava era que esse seria apenas o início de um conjunto de bênçãos que seriam derramadas sobre sua vida.

Logo no primeiro período, deparou-se com disciplinas ministradas aos sábados. A alegria veio quando todos os professores que ministravam aulas no período do pôr do sol de sexta ao pôr do sol de sábado aceitaram de uma forma inesperadamente natural a sua crença no sábado. Tudo mudou no ano de 2012, quando, ao solicitar um requerimento de abono de faltas, o professor da disciplina de Direito Civil III agiu de forma diferente dos demais. Segundo ele, não era sua competência julgar seu pedido, mas isso competia exclusivamente à Universidade. E ainda exigiu uma posição definitiva da Instituição, solicitando que a decisão para seu caso gerasse jurisprudência. Significava que a decisão para seu pedido se tornaria padrão para todos os outros que estivessem na mesma situação.

Quando Anália recebeu essa informação, seu coração se contraiu e percebeu que estava adentrando em um caminho turbulento e imprevisível. Então, enquanto tramitava seu pedido na Universidade, realizou as avaliações dessa disciplina, conseguindo terminar com média 9,5.

Desde o início, sabia que a decisão poderia ser favorável ou não. Não existe uma jurisprudência sobre casos assim no Estado. Nem o Supremo Tribunal Federal chegou a uma conclusão sobre a guarda do sábado, pois a Constituição Federal de 1988 ao mesmo tempo em que confere direitos aos grupos religiosos e defende a liberdade de crença, também restringe posições que diferem da maioria. Não pode haver quebra do princípio da isonomia.Todos devem ser tratados de maneira semelhante. E isso é uma discussão jurídica que envolve vários argumentos.

Por fim, após seis meses, a resposta ao seu requerimento chegou. E a decisão foi favorável. Deus operou de maneira extraordinariamente poderosa neste caso. A Universidade Estadual do Maranhão, a partir de então, deverá aceitar e promover, juntamente com os professores, atividades extras e alternativas para os guardadores do sábado. Sim, Deus ouve os nossos pedidos. Ele é o nosso galardoador. Entregue todos os seus anseios e, certamente, Ele os ouvirá.

Anália Valéria Garrido – UNB

WordPress Lightbox Plugin