Mordomia Cristã

Colocando a vida em ordem

A tua misericórdia, SENHOR, está nos céus, e a tua fidelidade chega até às mais excelsas nuvens. Salmo 36:5

Carlos Alberto lembra-se de que, quando se casou, tinha o sonho de ter uma casa própria e de que, por motivos financeiros, por anos esse sonho vinha sendo adiado. Depois de muito esforço, após nove anos, ele e sua esposa compraram um terreno, mas não tinham condições de construir nele.
Muito tentava, mas no final do mês seu salário mal dava para pagar as dívidas. Simplesmente não conseguia ser uma pessoa organizada financeiramente. O nome já estava comprometido, estava sem crédito, sua situação com Deus também deixava a desejar, pois devolvia o dízimo de forma irregular.

Orou a Deus e entendeu que se queria ser feliz, primeiro deveria ser fiel ao Senhor em todas as coisas. Listou atitudes que deveria mudar e se comprometeu a cumpri-las.

Carlos tem um escritório particular de prestação de serviços bancários. Ele faz captação de empréstimos consignados e os vende para os bancos. Como resultado, recebe comissão do volume total dos empréstimos. Até então, sua produção mensal era de R$60.000,00. Desse valor, pagava os corretores e as despesas, mas ainda assim, não conseguia administrar as contas.

Tudo mudou depois que ele fez um compromisso com Deus. Entendeu que o mais importante não é quanto você ganha, mas sim quanto consegue poupar. Conseguiu ver também que aqueles que são liberais para com o Senhor veem o Seu poder de uma forma estrondosa. Carlos viu sua produção aumentar para cerca de R$ 170.000,00 em um mês. Agora, mais ciente de sua necessidade de ser um mordomo fiel, viu sua vida completamente mudada. No mês seguinte, a produção surpreendentemente chegou a R$ 190.000,00 e em apenas três meses, atingiu R$ 260.000,00. A alegria e a gratificação eram tão grandes que não podia deixar de devolver em forma de dízimo e ofertas o que Deus estava fazendo por ele, pois cada um deve contribuir segundo o seu coração e suas posses.

Deus foi e é maravilhoso e misericordioso para com sua família. Carlos relata que começara aquele ano com muitas dívidas, e em apenas seis meses eles já estavam construindo a casa tão sonhada.

O desejo de Deus é que tenhamos vida e vida em abundância, mas, muitas vezes, somos nós que dificultamos a ação de Deus. Assim como Carlos, precisamos colocar tudo o que temos e somos nas mãos do Mestre, pois, certamente, em Sua infinita sabedoria, Ele guiará os nossos passos e veremos nossos anseios se realizarem.

Carlos Alberto – UNeB

WordPress Lightbox Plugin