Escola Sabatina

Programa do Décimo Terceiro Sábado

Hino inicial  – “Castelo Forte”, HA 33.
Boas-vindas –  Professor ou coordenador da Escola Sabatina
Oração inicial
Programa –  “Chegou o tempo”
Ofertas – Enquanto a oferta é retirada, peça que as crianças cantem uma das canções russas que aprenderam na Escola Sabatina.

Hino final –  “Concede-nos o Espírito”, HA 160.
Oração final
* * *
Participantes: Cinco oradores: um narrador (homem ou mulher), uma mulher e três homens. [Atenção: os participantes devem se familiarizar com o material para que apresentem com a ênfase apropriada].

Cenário: Um mapa da Divisão Euro-Asiática (escanerize o mapa localizado na contracapa da Lição da Escola Sabatina, faça o download no site www.AdventistMission.org e projete no telão). Uma apresentação de PowerPoint mostrando cada projeto, à medida que for apresentado, ajudará a congregação a acompanhar os projetos beneficiados pelas ofertas missionárias.
* * *
Narrador: Hoje é o décimo terceiro sábado. Neste trimestre, por meio de suas histórias, conhecemos nossos irmãos e irmãs da Ucrânia e da Rússia. Hoje, estaremos unidos aos líderes desses países que estão envolvidos diretamente com nossos projetos missionários.

A Divisão Euro-Asiática abrange 11 fusos horários e é composta por 12 países. A Rússia é o maior país, não apenas da Divisão, mas do mundo. Ele cobre nove fusos horários. Quando são 9h em Moscou são 18h na costa leste da Rússia.

A maioria da população russa vive no oeste dos Montes Urais na Rússia Europeia. O país tem mais de 46 mil adventistas. Isso representa um adventista para cada três mil habitantes. Há muita dificuldade para alcançar milhões de pessoas com a mensagem adventista.

Um dos projetos do décimo terceiro sábado deste trimestre é a construção de uma igreja e um centro de influência na região central de Cazã. A cidade de Cazã é a capital de Tartaristão, uma república dentro da Federação Russa. Cazã é uma cidade muito próspera.

Vamos ouvir o que o pastor Igor Krasilnikov, presidente da União Russa Ocidental, e o pastor Anwar Gindullin de Cazã têm a dizer sobre esse projeto.

Pastor Krasilnikov: Gostaríamos de construir uma igreja em muitas cidades, mas não temos terreno. É muito difícil encontrar um pedaço de terra dentro da cidade. Mas, se construirmos fora da cidade, o fator transporte se tornará um problema.

Pastor Gindullin: É por esse motivo que precisamos encontrar um terreno disponível em Cazã. Procuramos em todo o centro, mas o que encontramos era muito pequeno e distante do metrô. Oramos, pedindo que Deus nos ajudasse a encontrar um bom terreno e Ele respondeu nossas orações! Encontramos um lugar perfeito, a 70 metros do metrô e centro de transporte de ônibus. Com a ajuda da União Russa Ocidental, a Associação conseguiu comprar o terreno no ano de 2013.

Pastor Krasilnikov: Cazã é uma cidade única; um lugar em que muçulmanos e cristãos têm convivência pacífica. É muito importante para nós, como igreja, ter uma presença boa e atrativa nesse território. Por isso, devemos aproveitar a oportunidade de construir agora.

Pastor Gindullin: Também queremos construir um local bonito na frente da igreja para as crianças brincarem e, assim, pais e responsáveis conseguirão descansar. Por isso, planejamos construir um parquinho para as crianças.

Pastor Krasilnikov: Há muitos prédios altos no local sem área para diversão das crianças. As pessoas que vivem nesses prédios poderiam ficar insatisfeitas porque a igreja comprou esse pedaço de terra e agora não há um local para as crianças brincarem. Por isso, sendo que as crianças terão oportunidade de brincar no parquinho da igreja, os pais também podem visitá-lo. Nossa igreja será um centro de influência, oferecendo muitos serviços. Não será apenas um lugar de adoração uma vez por semana, mas um local em que as crianças poderão brincar.

Pastor Gindullin: Queremos usar essa porta que Deus abriu para nós, pois, no futuro, tudo pode mudar.

Narrador: Obrigado, pastores Krasilnikov e Gindullin. Agora, voltemos nossa atenção para a Ucrânia. Eles planejam construir ou expandir quatro escolas adventistas com a ajuda das ofertas do décimo terceiro sábado. Sra. Elena Milnenko, diretora da Escola de Vinnitsa, e Sr. Alexander Koberniyk, diretor de Escola em Lviv. Sr. Koberniyk, por favor, nos contem sobre o começo da Escola de Lviv.

Sr. Koberniyk: Eu fazia estágio como professor em uma escola pública. Depois de me tornar adventista, fiquei surpreso ao perceber como a escola tem grande influência no modo pelo qual as crianças veem o mundo. Então, soube que a Igreja Adventista tem um sistema educacional, mas na Ucrânia só havia duas escolas.

Conversei com o pastor da igreja e com o presidente da União Ocidental, e decidimos fundar uma escola em Lviv. Começamos pequena, com apenas três alunos, mas com o passar do tempo cresceu mais e mais. Atualmente temos 27 alunos.

Narrador: Como a escola começou?

Mr. Koberniyk: A princípio nos reuníamos em uma sala na igreja, mas começamos a crescer e, generosamente, a Associação ofereceu seus escritórios e mudaram para outro prédio.
Mas crescemos rapidamente e havia muitos alunos que queriam continuar os estudos depois do quinto ano, mas para atender a essa necessidade precisávamos ampliar o prédio.

Narrador: Por que você acha que a escola cresceu tão rapidamente?

Sr. Koberniyk: Notei que a educação adventista, especialmente quando enfatizamos a Bíblia, é uma influência muito positiva para as crianças. Em nossa escola, as crianças aprendem a orar, confiar e ter fé em Deus.

Narrador: Obrigado, Sr. Koberniyk. Sra. Milnenko, você teve resultados semelhantes em sua escola em Vinnitsa?

Sra. Milnenko: Sim. Vemos resultados nos alunos e em seus pais. As crianças estão muito felizes em nossa escola. Existem professores qualificados e excelentes nas escolas do governo, mas não compartilham valores cristãos. Por isso, sempre incentivam ou forçam os alunos a acreditar em outras coisas. Mesmo as crianças menores precisam informar a seus professores e colegas que não frequentarão as aulas no sábado e devem ser firmes nessa posição. Assim, crianças de pouca idade, se sentem solitárias. Elas não são apreciadas pela maioria, e isso traz muita pressão e enfraquece a confiança.

Narrador: Sra. Milnenko, conte-nos mais sobre a Escola Adventista de Vinnitsa.

Sra. Milnenko: Nossa escola iniciou as atividades recentemente, e já temos 24 alunos nos quatro anos, além de 15 alunos no Jardim da Infância. No momento, estamos nos reunindo nas salas da igreja. Outras crianças querem estar em nossa escola, mas não há espaço para abrigar todas.

Narrador: Então é por isso que estão construindo uma escola?

Sra. Milnenko: Sim. Assim poderemos atender mais séries, até o Ensino Médio. Os pais e nossa Associação estão muito entusiasmados. Temos um bom terreno em uma área em que as crianças poderão brincar ao ar livre. Já iniciamos a construção e muitos pais e líderes da Associação vêm até o terreno ajudar na construção.

Narrador: Como a oferta do décimo terceiro sábado ajudará nesse projeto?

Sra. Milnenko: Ela ajudará grandemente! Sem essa oferta não conseguiríamos oferecer uma escola com Ensino Fundamental e Ensino Médio. É muito importante que nossos alunos continuem seus estudos na Escola Adventista. Aqui poderão fortalecer a fé.  Temos cultos e, quando passamos por dificuldades, a primeira coisa que fazemos é orar. Em cada sala de aula, os professores mostram que Deus é o Criador e que Ele nos ama.

Narrador: Se você pudesse fazer um pedido de oração à igreja mundial, qual seria?

Sra. Milnenko: Gostaria que a igreja orasse pela Ucrânia e pelo nosso sistema educacional, para que possamos construir mais escolas adventistas e que esse possa ser um projeto missionário: impactar nossas crianças e seus pais.

Narrador: Muito obrigado pela presença de nossos convidados de hoje, e por haverem compartilhado conosco informações sobre os projetos do décimo terceiro sábado. Infelizmente, só tivemos tempo para ouvir sobre alguns desses projetos. Por favor, lembrem-se de outros projetos especiais da Divisão Euro-Asiática deste trimestre: mais duas escolas na Ucrânia, e um centro de influência/igreja em Minsk, Bielorrúsia.

Façamos nosso melhor para erguer os braços de nossos irmãos e irmãs na Rússia e Ucrânia, enquanto procuram evangelizar milhões de pessoas em seus territórios. Por favor, sejamos generosos com as ofertas do décimo terceiro sábado destinadas à Divisão Euro-Asiática.

Muito Obrigado!

 

Baixe esse vídeo auxiliar e use em sua igreja!

WordPress Video Lightbox Plugin