Ministério da Criança

Fé compartilhada – 22/Mar

Dorcas vive em Togo, pequeno país localizado a oeste de Gana, na África Ocidental. Certo sábado, enquanto se dirigia à igreja, ela viu duas meninas brigando. “Gostaria que elas parassem de brigar”, Dorcas pensou. Ela olhou para os lados, viu que não havia ninguém por perto, então, caminhou em direção às meninas e disse: “Por favor, não briguem!” aceitaram o convite. Quatro colegas de classe participam dos Desbravadores.

Josué incentiva as crianças a ser estudiosas e a permanecer fiéis aos seus princípios. Deus cuidará de todo o caminho. Quando as crianças são firmes na fé são como velas acesas na escuridão, mostrando a luz de Deus a todos ao seu redor. Ao entregar as nossas ofertas, podemos
ajudá-las a ser luzes nas trevas.

Assim, outras pessoas sentirão o amor de Deus e desejarão segui-Lo. Surpresas, as meninas pararam de brigar e olharam para Dorcas.
“Por que vocês estão brigando?”, perguntou. Elas explicaram o motivo e, ao pensar sobre o assunto, perceberam que era um motivo muito bobo.
“Se vocês disserem que estão arrependidas e se perdoarem”, Dorcas disse, “poderão ser amigas.” As meninas pediram desculpas uma à outra, Dorcas sorriu, despediu-se das garotas e se apressou em ir para a igreja.

Convite para jantar 

Uma das meninas que estavam brigando, Kekeli, tornou-se amiga de Dorcas, passaram a brincar juntas e, certo dia, a mãe de Kekeli convidou Dorcas para jantar.
“Gostaria muito”, disse Dorcas. “Mas tenho que pedir permissão à minha mãe”. Com a permissão dada pela mãe, Dorcas pôde atender o convite. No dia marcado para o jantar, Dorcas foi à casa de Kekeli. Ao chegar, a comida já estava na mesa. Todos se sentaram à mesa, e a mãe de Kekeli começou a servir a comida.

Mas, enquanto todos começavam a comer, Dorcas permanecia quieta. “Coma!”, disse Kekeli. “Minha mãe é uma ótima cozinheira!”
“Desculpe-me”, Dorcas falou educadamente. “Posso agradecer a Jesus pelo alimento?” A mãe de Kekeli pediu que as crianças
parassem de comer, enquanto Dorcas orava.

“Obrigado, Jesus, por Kekeli e sua família. Por favor, abençoa esta família. E obrigado por esta boa comida. Amém!”
Todos começaram a comer. “A comida está deliciosa”, disse Dorcas. “Sua mãe realmente é uma boa cozinheira!”
“Eu disse!”, Kekeli respondeu sorridente.

A doença e o milagre
Poucas semanas depois, Dorcas foi à casa de Kekeli. Ela não tinha visto a amiga havia vários dias e queria saber
se ela estava bem. A mãe de Kekeli a atendeu à porta e a convidou para entrar.
“Kekeli está doente, mas eu tenho certeza que ela vai gostar de ver você.” “O que aconteceu?”, Dorcas perguntou.
“Ela está com febre e sente dores por todo o corpo.” “Posso orar por ela?”, perguntou Dorcas. “Claro!”, a mãe disse. “Orar não dói.”
Dorcas se ajoelhou ao lado da cama e orou, “Querido Jesus, Kekeli está doente.
Por favor, venha tocá-la e curá-la para que sua família conheça Seu amor e cuidado. Por favor, perdoa nossos
pecados e responde nossa oração, em nome de Jesus. Amém!” Dorcas não ficou ali muito tempo,
porque a amiga precisava descansar.

Mais tarde, a mãe de Kekeli viu Dorcas e a chamou. “Venha, Dorcas! Kekeli não mais tem febre! Ela quer
falar com você.” Dorcas correu para a casa da amiga. “Que maravilhoso!”, disse feliz. “Eu sabia
que Jesus a curaria!” Dorcas ficou na casa da amiga alguns minutos e depois correu para contar à mãe o que tinha acontecido.
No dia seguinte, Dorcas convidou Kekeli para ir à Escola Sabatina e, no sábado, foi buscá-la. “Meus pais podem ir conosco?”,
Kekeli perguntou. “Eles querem saber mais sobre sua igreja e seu Deus.”

A conversão
Os pais de Kekeli foram com as meninas para a Escola Sabatina. Eles participaram da classe bíblica dirigida pelo pastor e, em pouco tempo aceitaram Jesus como Salvador e foram batizados. “Estou muito feliz porque Kekeli e eu nos tornamos boas amigas”, Dorcas disse
à mãe. “Estou feliz porque eles vieram à igreja e entregaram o coração a Jesus.” “Pense”, a mãe acrescenta. “Se você não tivesse ajudado a separar a briga, nem orado antes da refeição, provavelmente eles não tivessem conhecido a igreja nem aprendido sobre Jesus!”

E vocês, crianças? Se vocês fossem visitar a casa de alguém que não ora antes das refeições, teriam coragem Líder: A Divisão Centro-Oeste
Africana é formada por 22 países [Mostrar o mapa localizado na contracapa da Lição da Escola Sabatina].
Há três anos, nossas ofertas missionárias ajudaram as crianças desses países a compartilhar o amor de Deus
através da doação de material escolar e convites para a Escola Sabatina.

Vamos saber como uma menina levou esse amor às pessoas, usando os objetos adquiridos por meio daquelas ofertas.
de pedir para orar? Se um amigo não frequenta a igreja, vocês o convidariam para ir com você? Quem sabe qual seria o resultado!

 

Resumo missionário

  •  Togo é um pequeno país entre Gana e Benin, na África Ocidental.
  •  A maioria das pessoas depende da agricultura para se manter.
  •  O francês é a língua nacional, embora a maioria das pessoas em Togo fale um
  • dialeto local.
  •  Metade das pessoas que vivem em Togo adora deuses tradicionais, como animais, árvores e água. Cerca de 30% são cristãos e 20% são muçulmanos. Se sua divisão for apresentar o programa do décimo terceiro sábado para os adultos, ensaie uma ou mais músicas do Manual do Professor ou do site www.AdventistMission.org para cantar durante o programa. Incentive para que as crianças tragam a oferta do décimo terceiro sábado no dia 29 de março. Se sua divisão não for participar com os adultos do programa especial, apresente o relatório sobre o destino das ofertas do décimo terceiro sábado e como foram usadas na Divisão Centro-Oeste Africano.
WordPress Lightbox Plugin