Associação Ministerial

Papel do Ancionato

2021-121 PAPEL DO ANCIONATO NA IGREJA LOCAL – APROVAR

VOTADO aceitar o relatório da Comissão Especial de Estudo do Papel do Ancionato na Igreja Local e aprovar as seguintes iniciativas:

I. Iniciativas para fortalecer o papel do ancionato e torná-lo mais relevante no contexto de pandemia e pós-pandemia.

CONSIDERANDO a motivação e a urgência da Igreja Adventista do Sétimo Dia para cumprir a missão de pregar o evangelho por todo mundo (Mt 24:14; Mt. 28:18-20);

CONSIDERANDO a responsabilidade do ancionato na liderança da igreja local, e no processo de discipulado;

CONSIDERANDO a necessidade de identificar ações prioritárias e demandas atuais do ancionato;

RECOMENDA-SE à Associação Ministerial, AFAM e ao pastor distrital a implementação de ações para o aprimoramento do ancionato nas seguintes áreas:

1. Espiritualidade – Fortalecer a vida espiritual, com foco no crescimento integral como mordomo fiel.

2. Família – Oferecer suporte nas áreas física, relacional, emocional e espiritual, a fim de promover uma vida familiar em harmonia com os princípios bíblicos.

3. Crescimento – Estabelecer um perfil ministerial que inclua o processo de acompanhamento, diagnóstico, avaliação e aperfeiçoamento por meio das “Competências Ministeriais para o Ancionato”.

4. Capacitação – Promover, pelo menos duas vezes ao ano, encontros virtuais e/ou presenciais, sobre temas bíblicos, teológicos e doutrinários, com ênfase em aconselhamento, homilética, missão, desafios contemporâneos, identidade adventista, liderança cristã e administração eclesiástica.

5. Pastoreio – Desenvolver uma rede de discipulado que envolva o pastorado, ancionato, líderes de departamentos e membros, caracterizada pelo cuidado espiritual, emocional e físico das pessoas.

6. Discipulado – Elaborar estratégias criativas e efetivas para discipular toda a igreja, especialmente as novas gerações, e engajá-las na liderança e na missão da Igreja.

7. Ministério digital – Incentivar e ensinar o ancionato a usar as plataformas digitais para visitação e realização de cultos regulares, pregações e classes evangelísticas.

8. Evangelismo – Preparar o ancionato para liderar as atividades missionárias no atendimento às necessidades físicas, emocionais e espirituais da comunidade.

9. Educação continuada – Utilizar como recursos de apoio e crescimento materiais como Guia do Ancião, Revista do Ancião, Revista Ministério e Portal do Pastor.

II. Ampliar o alcance do ancionato da igreja local, com a participação feminina.

CONSIDERANDO que os dons espirituais são distribuídos pelo Espírito Santo a homens e mulheres conforme lhe apraz (1Co 12:11);

CONSIDERANDO que a Bíblia apresenta mulheres como protagonistas e líderes espirituais;

CONSIDERANDO que a Associação Geral, após ampla e reflexiva análise teológica, mediante o voto 272-84GN Anciãs (de uma igreja local) – Eleição e Ordenação, autorizou as Divisões a estudar o tema e implementar o voto, conforme a necessidade local;

CONSIDERANDO que a Divisão Sul-Americana, ao seguir a recomendação da Associação Geral, conduziu um diálogo envolvendo líderes representantes de igrejas de todas as Uniões de seu território;

CONSIDERANDO que a comissão estabelecida pela Divisão SulAmericana para apreciar o assunto analisou os resultados do relatório consolidado e, após avaliar argumentos bíblicos, teológicos e eclesiásticos, concluiu que a nomeação de anciãs fortalece a liderança da igreja local, valoriza o discipulado e contribui efetivamente com a missão;

VOTADO autorizar à Igreja Local, no território da Divisão SulAmericana, a nomear e ordenar mulheres como anciãs, conforme sua necessidade, de acordo com as orientações do Manual da Igreja e alterar o nome da Revista do Ancião para Revista do Ancionato e o Guia do Ancião para Guia do Ancionato.

WordPress Lightbox