Saúde

Tortinhas de maça

Tortinhas de maçã

Tortinhas de maçã

Massa – Ingredientes

  • 1 xícara de aveia (triturada no liquidificador)
  • 1 xícara de farinha (pode ser branca ou integral)
  • ½ xícara de água
  • ½ xícara de óleo (pode-se colocar menos óleo e completar com água ou substituir por ½ xícara de castanhas trituradas)
  • ¼ xícara de açúcar demerara
  • pitada de sal

Recheio

  • 3 a 4 maçãs descascadas e picadas
  • ¼ xícara de uvas-passas brancas
  • ¼ xícara de castanhas-do-brasil picadas
  • 1 colher de farinha de trigo ou amido de milho
  • 1 colher (sopa) de limão

Cobertura

  • 1 ½ xícara de aveia
  • ¼ xícara de açúcar mascavo ou demerara
  • ¼ xícara de farinha de trigo integral
  • ¼ xícara de óleo
  • ¼ xícara de castanhas picadinhas (opcional)

 

Modo de preparo
Em um recipiente, coloque os ingredientes secos. Acrescente os ingredientes líquidos e amasse bem. Deixe a massa descansar enquanto prepara o recheio.
Descasque as maçãs e pique-as em quadradinhos. Acrescente as uvas-passas, as castanhas, o limão e a farinha de trigo ou amido de milho.
Em uma fôrma de cupcake ou em forminhas de empada, forre o fundo com a massa. Em seguida, recheie e prepare a cobertura.
Faça uma farofa com a aveia, o açúcar e a farinha de trigo, acrescentando as castanhas, o óleo e, caso precise, um pouquinho de água.
Cubra as tortinhas. Leve ao forno médio por uns 30 minutos.

Dica
Se não tiver forminhas de cupcake, faça em uma fôrma refratária. Sirva frio ou quente.
Essa torta de maçã é especial para um desjejum nutritivo.

* * * * * * *

Para meditar
“A intemperança no comer é muitas vezes a causa da doença, e o que a natureza precisa mais é ser aliviada da indevida carga que lhe foi imposta. Em muitos casos de doença, o melhor remédio é o paciente jejuar por uma ou duas refeições, a fim de que os sobrecarregados órgãos digestivos tenham oportunidade de descansar. Um regime de frutas por alguns dias tem muitas vezes produzido grande benefício aos que trabalham com o cérebro. Muitas vezes um breve período de inteira abstinência de comida, seguido de alimento simples e moderadamente tomado, tem levado à cura por meio dos próprios esforços recuperadores da natureza. Um regime de abstinência por um ou dois meses, haveria de convencer a muitos sofredores que a vereda da abnegação é o caminho para a saúde. (A Ciência do Bom Viver, p. 235)

 

WordPress Video Lightbox Plugin