Música

Os Músicos

200213804-001OS MÚSICOS

Desejo de Exibição – Entretenimentos musicais que, se fossem conduzidos adequadamente não fariam mal, são, com muita freqüência, uma fonte de dano. No presente estado da sociedade, com padrões morais tão baixos, não apenas dos jovens, mas dos idosos e experientes, há um grande perigo de se tornar descuidado e dar atenção especial a favoritos criando assim inveja, ciúmes e suspeitas más. O talento musical encoraja freqüentemente orgulho e desejo de exibição e os cantores pouco pensam em louvar a Deus. Em vez de levá-los a lembrar-se de Deus, leva-os a esquecê-Lo com frequência. Carta 6ª, 1890

Cantando para exibir-se – Conselho a um Líder da Música – Fui dirigida a alguns de vossos ensaios, e fui levada a ler os sentimentos que existiam no grupo, sendo vós a pessoa preeminente. Havia mesquinhos ciúmes e invejas, ruins suspeitas e maledicências… O culto de coração é o que Deus requer; as formas e o culto de lábios são como metal que soa e o címbalo que tine. Vosso canto visa a exibição, não louvar a Deus com o espírito e o entendimento. O estado do coração revela a qualidade da religião do que professa piedade.

Música que ofende a Deus – Exibição não é religião nem santificação. Coisa alguma há mais ofensiva aos olhos de Deus, do que uma exibição de música instrumental, quando os que nela tomam parte não são consagrados, não estão fazendo em seu coração melodia para o Senhor. A mais aprazível oferta aos olhos de Deus, é um coração humilhado pela abnegação, pelo tomar da cruz e seguir a Jesus.

Não temos tempo agora para gastar em buscar as coisas que agradam unicamente aos sentidos. É preciso íntimo esquadrinhar do coração. Necessitamos, com lágrimas e confissão partida de um coração quebrantado, aproximar-nos mais de Deus; e Ele Se aproximará de nós. – Review and Herald, 14 de novembro de 1899 (Evangelismo, p. 510)

Cerimônia e Ostentação – Aparelhamento faustoso, ótimo canto e música instrumental na igreja não convidam o coro angélico a cantar também. À vista de Deus estas coisas são como galhos da figueira infrutífera, que só mostrava folhas pretensiosas. Cristo espera frutos, princípios de bondade, simpatia e amor. Estes são os princípios do Céu, e quando se revelam na vida de seres humanos, podemos saber que Cristo, a esperança da glória, está formado em nós. Pode uma congregação ser a mais pobre da Terra, sem música nem ostentação exterior, mas se ela possuir esses princípios, os membros poderão cantar, pois o gozo de Cristo está em sua alma, e esse canto podem eles oferecer como uma oblação a Deus. Manuscrito 123, 1899

Música aceitável a Deus – A música só é aceitável a Deus quando o coração é consagrado, e enternecido e santificado por suas facilidades. Muitos, porém, que se deleitam na música não sabem coisa alguma de produzir melodia ao Senhor, em seu coração. Este foi “após deus ídolos”. Carta 198, 1899

 

Conselhos Sobre a Música

Ellen G. White
Compilado por: Arthur L. White

O povo do advento, qual peregrinos neste mundo, avança em direção a um mundo melhor. O futuro parece irromper já no presente; pois seu coração transborda de júbilo e sua experiência se reflete em seus cânticos. Embora não se questiona a importância da música na experiência cristã, discussões têm surgido quanto ao critério de sua seleção. – Deveríamos entoar apenas hinos tradicionais do cristianismo ou poderíamos acompanhar também a evolução musical de nossos dias? É a escolha da música uma questão individual ou existem critérios a serem seguidos?
A questão se afigura realmente complexa e de difícil solução; mas, nesta compilação podem ser encontrados alguns princípios relevantes, extraídos dos escritos de Ellen White, que permitirão uma avaliação mais detida do assunto, provendo critérios adequados para a seleção da música ouvida e executada em nosso meio.

Alberto Ronald Timm
Diretor Associado do White Estate

  • Jerry Santos

    Graça aos programas da novo tempo de televisao que a musica adventisata virou ostentação,infelizmente o modismo tomou conta e hoje a igreja virou palco de exibicionismo e apelo pessoal. Uma promoção particular, deixou de ser culto, os imãos ao invés de fecharem os olhos como forma de estar em comunhão com Deus estão preocupados em fazer selfies, filmar para postar nas redes sociais, deixando assim de ser um culto par ser um evento gospel. Nao usam trajes adequado dentro da igreja parecendo assim que estão indo a um evento de moda. Lamentável o caminho largo que a igreja esta indo!

  • Flavio Mello

    Alguem sabe de algum comentário sobre remuneração para os nossos conjuntos e cantores ou alguma orientação, voto ou algo assim

WordPress Lightbox