Ministério da Mulher

História do Logotipo

História do Logotipo do Ministério da Mulher

Logo após a criação do Ministério da Mulher, em 1990, tornou-se óbvia a necessidade de um logotipo – um símbolo, uma declaração a respeito do Ministério da Mulher – algo que transmitisse nossa mensagem sem palavras e compreensível a todas as línguas.

Rose Otis, diretora do Ministério da Mulher, trabalhou com Jeff Dever, da Dever Designs, um adventista, para desenvolver o logo. Assim que o Ministério da Mulher foi implantado ao redor do mundo o logotipo começou a ser conhecido e a identificar este Ministério. (Somente a partir de 1995 o Ministério da Mulher tornou-se Departamento.)

Quando foi votado celebrar o “Ano da Mulher Adventista”, em 1995, ficou decidido que o lo-gotipo dever sofrer adaptações com vistas a ajudar a Igreja a melhor compreender quem e o que é a mulher adventista. Novamente, Jeff Dever, Rose Otis e agora contando também com Ardis Stenbakken trabalharam no projeto. O logotipo não sofreu alteração, mas foi acrescentado texto.

O logotipo foi apresentado em dois formatos: um com o lema e o outro sem. O lema “Afirma-ção das Mulheres em Missão” e o logotipo foram amplamente usados; foi também produzido pôster mostrando mulheres de todas as partes do mundo e o lema foi traduzido para diferen-tes línguas.

À medida que o logo continuou sendo usado, passou a ser reproduzido em faixas, pôsteres, folhetos, cartazes e materiais impressos – algumas vezes cópias dos originais e algumas vezes cópias de cópias e ainda outras, desenhado à mão. O logo passou a ter traços, tama-nho e formas diferentes. Começaram chegar reclamações no Departamento do Ministério da Mulher dizendo que alguns grupos de mulheres sentiam-se excluídas, diminuídas ou postas para trás: não tão importantes como outras mulheres. Visto que o objetivo do logotipo era mostrar a igualdade das mulheres; mulheres trabalhando, ensinando, crescendo juntas, essas reclamações foram levadas a sério.

No segundo Conselho Mundial, realizado em março de 2001, as diretoras das divisões e as diretoras do MM da Associação Geral discutiram o trabalharam no logotipo. As idéias foram enviadas novamente ao Jeff Dever a fim de que ele desse seu parecer e orientações. As mulheres sentiam que não queriam perder a ideia e identificação do logo, que agora já é bem conhecido, mas queriam algo que atendesse às necessidades de todas as mulheres. Após considerável discussão e rascunhos, o logo sofreu pequena alteração. A ideia foi votada e aprovada e o Jeff Dever foi solicitado a concluir a arte final e colocá-lo no formato eletrônico a fim de que todos possam uniformizar a imagem.

Uso do Logotipo

O logotipo deve ser usado para identificar o Departamento do Ministério da Mulher da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Deve ser usado na íntegra, sem remoção ou acréscimos. Exemplo: acrescentar outra mulher no logo. Deve apenas ser usado na escala definida para não distorcer as imagens.

Embora o logotipo possa ser ampliado, não deve ser reduzido a ponto de não ser reconhecido e de distorcer os traços.

Acréscimo de Nome

O logotipo deve ser usado conforme foi produzido. A divisão, união, associação/missão ou igreja local pode acrescentar seu nome no logotipo. Porém, ao reimprimir material da Asso-ciação Geral, o campo local não pode acrescentar seu logotipo ou nome ao logotipo do MM.

Cores Oficiais/Alternativas do Logotipo do Ministério da Mulher

As cores oficiais do logotipo são:

(aqua) – PMS cor nº 320 ou CMYK = C 100, M O, Y 30, K 6, ou RGB = R 0, G 158, B 160
(purple) – cor PMS nº 273 ou CMYK = C 100, M 94, Y 0, K 6 ou RGB = R 56, G 26, B 122

Pode também ser usado o preto.

Ao empregar qualquer uma dessas cores, estas devem ser compactas. Mais de uma cor oficial não pode ser empregada ao mesmo tempo no logotipo.

Deve-se salientar também que é permitido o uso inverso do logotipo.

Possibilidades de Uso

O logotipo pode ser usado em:

  • Papel timbrado
  • Envelopes
  • Primeira página de fax
  • Cartazes
  • Cartão de visita
  • Pôsteres
  • Convites
  • Folhetos
  • Seminários
  • Cenários
  • Faixas
  • Boletins, etc.

Porém, deve apenas ser usado quando relacionado com o Ministério da Mulher.

  • Francy Paixão

    Muito Bom 🙂

  • RAIMANN AMORIM

    A IGREJA ADVENTISTA DO COAVHIT EM VITORIA DACONQUISTA FEZ UMA FESTA LINDA PARA OS AVENTUREIROS, INCLUSIVE O MEU FILHO FEZ A IVESTIDURA NO DIA 24 DE MAIO NO DIA DO AVENTUREIRO PARABENS A TODOS AVENTUREIROS. QUE DEUS ABENÇOE

  • Fabiano

    Como eu posso conseguir esse material?

  • ANA MARIA

    SERÁ UM PROGRAMA OU UM EVENTO?

  • Marcos Paulo

    Alguém sabe me informar o porque os rostos das mulheres, todas, tem apenas um olho e não dois como todo mundo?

  • Também quero saber o por que as mulheres tem só um olho. O povo já está inventando teorias da conspiração por causa disso.

WordPress Video Lightbox