Mordomia Cristã

54 perguntas sobre Dízimo e oferta

░░░░░░░ Clique sobre a pergunta para aparecer a resposta ░░░░░░░

1. O que significa o dízimo?

Significa a décima parte dos lucros e entradas que o crente destina para uma finalidade sagrada. Essa décima parte é devolvida a Deus como um sinal da aliança e da sociedade com Ele, reconhecendo-O como o Criador e Proprietário de todas as coisas. Gênesis 14:18; Levítico 27:30 e 32; Malaquias 3:7-10.

2. Dizimar está relacionado a um mandamento de Deus ou à vontade humana?

Está relacionado com um mandamento de Deus, pois como Soberano do Universo, reservou para Si o dízimo, e logo o estabeleceu como um concerto: “Trazei todos os dízimos a casa do tesouro” Malaquias 3:10. “Dever é dever, deve ser realizado por amor a ele”. CSM, 90. “A negligência ou adiamento desse dever, provocará o desagrado divino.” – CSM, 67. Sendo que o governo de Deus respeita o livre-arbítrio, dizemos que Ele não obriga ninguém a segui-Lo. Este acordo poderá não ser executado nem aceito, mas quem procede assim terá que enfrentar as consequências. O princípio do dízimo se baseia em princípios tão duradouros como a lei de Deus.

3. Com que finalidade Deus estabeleceu o sistema de dízimo?

Para beneficiar o homem. “A fim de que o homem se pudesse tornar como seu criador de índole benevolente e abnegada.” – CSM, 15.
“Vi que o sistema do dízimo desenvolverá o caráter e manifestará o verdadeiro estado do coração.” – I TS, 237.

Para expressar a Deus a nossa lealdade e obediência à soberania divina. “Exige Ele esse tributo como prova de nossa fidelidade a Ele” – CSM, 72.
Para reconhecer a Deus como dono e doador de tudo. I Crôncias 29:11-14.
Para habilitar-nos a receber bênçãos de Deus. Malaquias 3:10 – 12.
“Para avanço da obra de Deus na Terra” – CSM, 77.

4. Qual o único destino que Deus dá ao dízimo?

Através dos tempos, Deus estabeleceu que o dízimo seria destinado, somente, para o sustento de seus ministros, os levitas. Assim aconteceu no antigo testamento: os levitas e sacerdotes foram sustentados com os dízimos (Números 18:21 e 24.) No Novo Testamento e na atualidade, o dízimo é para o sustento do ministério evangélico (I Coríntios 9:14; I Timóteo 5:18).

5. Que significa a expressão “sustento do ministério evangélico”?

Ministério evangélico é um cargo ou ocupação de tempo integral, daqueles que se dedicam a uma função evangelizadora. O dízimo dedica-se ao sustento e a uma função evangelizadora. Isto compreende os pastores, professores que dão ensinamento bíblico, e também inclui todos os gastos da denominação, derivados da atenção às igrejas, tanto pelas Associações/ Missões, como pelas Uniões, Divisões e a Associação Geral.

6. Que significa “Casa do Tesouro” em Mal. 3:10?

Significa: Depósito (Salmo 33:7), armazém (I Crônicas 27:28), Casa de provisões. Com frequência usa-se como sinônimo de tesouraria (Neemias 12:12). Pode referir-se a tesouraria da igreja local como um depósito temporário, de onde se enviam os dízimos para a Missão / Associação, depois para a União, Divisão e para a Associação Geral, entidades que representam a igreja organizada, de onde se administram os usos e destinos dos dízimos. Esta é a verdadeira “Casa do Tesouro”.
“Aqueles que se encontram à testa dos negócios na sede da causa, têm de examinar detidamente as necessidades dos vários campos; pois eles são os mordomos de Deus, destinados a estender a verdade, a todas as partes do mundo. Eles são inescusáveis, se permanecem em ignorância com respeito às necessidades da obra.” OE, 454,455.

7. Devolver o dízimo é um ato de adoração?

Sim, é um ato de adoração. Ao Jacó devolver ao Senhor seus dízimos, ele estava adorando-O (Gênesis 28:22). O povo de Israel levava a Deus parte de seus bens, como um ato de adoração (Êxodo 23:15; Deuteronômio 16:16).
Ao nos apresentarmos diante do Senhor com o dízimo, estamos identificando-nos como seus adoradores. Através da devolução do dízimo, entregamos a Deus não apenas dinheiro, mas, sobretudo, o coração, a própria vida como um reconhecimento de Sua propriedade. II Cor. 8:5.

8. Há alguma diferença entre admitir e demonstrar que Deus é dono de tudo?

Em forma teórica, muitos admitem que Deus é o dono de todos os seus bens, mas não o demonstram ou expressam de maneira tangível e concreta. Não basta falar do dízimo, é necessário praticá-lo. A Bíblia nos adverte em Isaías 29:13; Romanos 10:10 e 15:6.

9. Por que se usa a expressão “Roubar a Deus” para referir-se ao ato de não dizimar?

Porque a Bíblia dá esta ênfase. Malaquias emprega esta palavra com muita clareza (Malaquias 3:8-10). Roubo equivale a apropriar-se de algo que foi deixado em confiança. É uma apropriação indevida.
“Defraudar o Senhor, (nos dízimos e nas ofertas) é o maior crime de que o homem pode ser culpado”. CSM 86.

10. Qual a diferença existente entre dízimo e oferta?

Dízimo:
Deus declara que é propriedade exclusiva Dele. Levítico 27:30: “Também todas as dízimas da terra, tanto do grão do campo, como do fruto das árvores, são do Senhor santas são ao Senhor”.
Nisto não temos o direito de escolher. Deus exige obediência total. As ordens têm de ser cumpridas. (Malaquias 3:10, Deuteronômio 14:22) fazendo-se uso do livre arbítrio.
Deus aceita tanto o bom como o mau. Levítico 27:32 e 33. Aqui Deus se preocupa não tanto pela qualidade, mas pela quantidade, pela parte que Ele reclama como Sua.
Embora o dízimo seja um dever, Deus espera que esta obrigação tenha a motivação do amor, um amor responsável, um amor que leva a obediência. João 14:15 e 15:10.

Oferta:
É “propriedade” do homem. Nós sabemos que o ser humano não é proprietário de nada. Sem dúvida, Deus nos permite considerar os nove décimos (depois do dízimo) como nossos, pois podemos usá-los conforme a nossa vontade. É por esta razão que podemos ofertar voluntariamente. Deuteronômios 16:10.
A quantia que damos está determinada pelo critério espiritual de avaliação e proporção das bênçãos recebidas I Coríntios 16:2; Deuteronômios 16:17; S. Lucas 12:48. Aqui também usamos a faculdade de escolha.
Deus somente aceita a oferta que é perfeita, porque esta representa a Cristo. Aquilo que mais preocupa a Deus é a qualidade. Malaquias 1:8; Levítico 22:21 e 22.
A motivação do amor é a única que Deus aceita, ainda que a oferta seja da melhor qualidade. A motivação está no doador. Deus olha o doador e sua oferta. Gênesis 4:4, IJoão 3:16. João 15:13.
Portanto, o dízimo é devolvido, ao passo que as ofertas são doadas voluntariamente. As ofertas são nossa resposta de amor e gratidão pelas bênçãos de Deus.

11. Por que o dízimo é visto como um mandamento se não está contido no decálogo?

Ainda que não esteja expressamente mencionado no Decálogo, sabemos que sua não devolução implícita é uma violação do oitavo e décimo mandamento do Decálogo. 1 Tim. 6:10, Col. 3:5. Por sua parte, Levítico 27:34 diz: “São estes mandamentos que o Senhor ordenou a Moises, para os filhos de Israel, no Monte Sinai”.
Foi no mesmo lugar em que foram dados os 10 mandamentos, que Deus deu a ordenança dos dízimos. “Este não é um pedido de um homem, é um dos mandamentos de Deus, pelo qual Sua obra pode ser sustentada e levada adiante no mundo.” – TM 312.
“O sistema ordenado aos hebreus não foi rejeitado ou afrouxado por Aquele que lhe deu origem. Em vez de haver perdido agora seu vigor, deve ser mais plenamente cumprido e dilatado, pois a salvação em Cristo unicamente deve ser apresentada em maior plenitude na era Cristã” – CSM 75,76.

12. É justo que um pobre dê dízimos de suas pequenas entradas?

Sim é, por que: “para o pobre, o dízimo será de uma importância comparativamente pequena, e suas dádivas serão de acordo com a sua possibilidade” – CSM 73.
“O Plano divino do sistema do dízimo é belo em sua simplicidade e equidade.” – CSM 73 “Não é devolver ao Senhor o que é Seu que torna o homem pobre, reter é que leva a pobreza.” – CSM 36.
Frequentemente os que recebem a verdade se acham entre os pobres do mundo. … “E quando Ele vê um fiel cumprimento do dever na devolução do dízimo, muitas vezes em Sua sábia providência, proporciona meios pelos quais seja aumentado.” – OE 222 e 223.

13. O dízimo deve ser calculado de forma exata ou pode ser um valor aproximado?

“O Senhor pede que Seu dízimo seja entregue em Seu tesouro. Escrita, honesta e fielmente, seja-Lhe devolvida esta parte.” – CSM 82.
“Quanto à importância exigida, Deus especificou um décimo da renda” – I TS 373.

14. Herança, presentes ou dinheiro achado devem ser dizimados?

Considerando que a herança constitui um aumento ou ganho patrimonial, deveríamos devolver o dízimo correspondente. No caso de presentes, se estes são úteis para o momento atual, estando o seu valor incluído no orçamento familiar, deve dizimar-se. Se o dinheiro achado se incorpora ao patrimônio daquele que o encontrou, deve dizimar-se.

15. É correto descontar impostos antes de calcular o dízimo?

Não. Não deveríamos descontar os impostos antes de calcular os dízimos, porque os impostos, quer sejam federais, estaduais ou municipais, outorgam serviços ao cidadão, que se constituem em benefícios indiretos. Em consequência, deveriam dizimar-se as somas de dinheiro destinadas a pagar os impostos.

16. Deve-se dizimar o dinheiro que se tem recebido como empréstimo?

Não, porque o dinheiro emprestado não é ganho. Em caso de a pessoa obter lucros do dinheiro emprestado, então sim, deveria dizimar-se.

17. Devem-se dizimar ganhos da venda de um imóvel comprado com dinheiro dizimado?

Sim. Deve-se dizimar, podendo-se agir das seguintes maneiras:
Caso não haja inflação no país, dizima-se o lucro da venda.
Havendo inflação, pode fazer a correção monetária. Se houver lucro, dizima-se o mesmo. Não havendo, não há necessidade de dizimar.

18. O filho que é dependente financeiramente dos pais deve dizimar?

Como meio educativo e de conscientização seria de grande benção que dizime o dinheiro que recebe para o seu uso pessoal, ainda que esse dinheiro tenha sido previamente dizimado.

19. A mensalidade que os esposos dão às esposas deve ser dizimada?

Ao tratar-se de uma mensalidade que já foi dizimada, a esposa não necessita voltar a dizimá-la. Agora, se esta mensalidade provém de um esposo crente e ele não dizimou o seu salário, então a esposa pode ser de grande ajuda para o esposo, ajudando-o a dizimar. Pode existir o caso de um esposo não crente, que se incomode grandemente se imaginar que sua esposa dizima dinheiro do viver diário. Então é melhor atuar com prudência. É preferível que a esposa desista de fazê-lo.

20. O que a pessoa deverá fazer diante da consciência, que por descuido ou infidelidade, deixou de dizimar?

“Se tiverdes recusado lidar honestamente com Deus, eu vos suplico que penseis em vossa deficiência, e sendo possível, façais restituição. Caso não seja possível fazê-lo, com humildade e arrependimento orai para que Deus vos perdoe, por amor de Cristo, a grande dívida” – CSM, 100.

21. Que princípio devo usar ao dizimar, se não tenho certeza do lucro exato obtido?

“Ao determinar a proporção de oferta para a causa de Deus, deveis de preferência exceder as exigência do dever a não cumpri-las.” – 1 TS, 563. Em caso de dúvida é preferível “errar” do lado da fidelidade e generosidade do que da mesquinharia e avareza, pois Deus é magnânimo com Seus filhos.

22. Qual era a situação política e religiosa da nação israelita nos dias de Malaquias?

Malaquias viveu no final do período do cativeiro babilônico. Neemias havia acabado de liderar o povo no retorno do cativeiro e empreendido uma reforma política ao reorganizar a nação e reconstruir os muros da cidade e outra reforma espiritual ao restaurar o templo e os tesouros do Senhor, saqueados pela infidelidade do povo.
Em seu livro Malaquias denuncia a infidelidade do povo para com os serviços da casa do Senhor restaurados por Neemias. (Ne. 12:44-47; 13:10-13.)
É importante salientar o fato que os livros de Crônicas, Esdras e Neemias tratam do mesmo tema de Malaquias. “Casa do Tesouro”, portanto, pode ser melhor compreendido à luz desses livros.

 

23. Como ficou o sistema financeiro organizado por Neemias nos dias de Malaquias?

Neemias estabeleceu “câmaras” ou tesourarias em várias cidades de Israel, para recolherem temporariamente, os dízimos e ofertas, que eram as porções dos sacerdotes e levitas. (Ne. 12:44).
Ele fez cuidadosa separação entre dízimo e oferta. (Ne. 12:44).
Estabeleceu tesoureiros para cada “câmara” ou tesouraria, como nos dias de Ezequias. (2Cr.31:19).
Esses tesoureiros foram escolhidos dentre os próprios levitas. Dessa maneira não seriam vitimas do jogo de interesses alheios à função. Se eram dignos de serem ministros do santuário, também o seriam para administrarem os fundos para seu próprio sustento com fidelidade. (2Cr.31:19).
A distribuição dos dízimos e ofertas era controlada a partir de Jerusalém. Os tesoureiros das “câmaras” que havia espalhadas por todo o país, enviavam o produto recolhido para a “Casa do Tesouro” em Jerusalém e de Jerusalém voltava para os levitas espalhados por todo Israel. ( 2Cr. 31:4-6; Ne.12:44).
Havia uma equipe encarregada da distribuição em Jerusalém e outra para o resto do país. (Ne.13:13).
Os levitas eram assistidos conforme o registro de suas famílias, mulheres e crianças (2Cr 31:19). Essa assistência financeira e material não considerava como prioridade os lugares que eram os maiores doadores, para que ali ficassem retidos os dízimos, mas as necessidades de manutenção dos indivíduos e da obra em Israel como um todo. Assim que, todos os levitas recebiam sua manutenção de acordo com as necessidades de suas famílias (2Cr 31:17-19).
Pode-se depreender dos registros bíblicos que essa unificação do sistema gerido pelos próprios levitas: 1) proporcionava igualdade de tratamento e proporcionalidade na manutenção do ministério; 2) Concedia uma visão global unificada gerando um senso nacional de missão e unidade entre os sacerdotes; 3) Procurava evitar ambições financeiras na liderança espiritual da igreja israelita.
Portanto, na Bíblia, os dízimos e ofertas dos sacerdotes não ficavam em cada vila ou cidade, ou na posse do próprio adorador. Os relatos bíblicos disponíveis indicam que tanto no período pré como pós-exílio, sempre que o sistema de manutenção dos sacerdotes foi reformado sob direção profética, a casa do tesouro foi uma tesouraria centralizada em Jerusalém e administrada pelos próprios levitas. Para esta “casa do tesouro” Malaquias apelava para que fossem conduzidas todas as dádivas. A partir desse centro administrativo todos os levitas recebiam auxílio conforme o registro de “suas famílias” (2Cr 31:17 -19).

24. Há nos escritos de Ellen G. White referencia à possibilidade de pessoas ou igrejas locais agirem separadamente da organização?

“Alguns têm apresentado a ideia de que, ao aproximarmo-nos do fim do tempo, cada filho de Deus agirá independentemente de qualquer organização religiosa. Mas fui instruída pelo Senhor de que nesta obra não há isso de cada qual ser independente. As estrelas do céu estão todas sujeitas às leis, cada uma influenciando a outra a fazer a vontade de Deus, prestando obediência comum à lei que lhes dirige a ação. E, para que a obra do Senhor possa avançar sadia e solidamente, Seu povo deve unir-se.” OE, 487.

25. O Dízimo pode ser usado para atender os gastos da igreja?

Foi-me mostrado que é um erro usar o dízimo para atender a despesas ocasionais da igreja” – CSM, 103.
“Mas estais roubando a Deus cada vez que pondes a mão no tesouro, a fim de tirar fundos para atender as despesas correntes da igreja.” – CSM, 103.
“Seu povo de hoje precisa lembrar que a casa de culto é propriedade do Senhor, e que deve ser escrupulosamente cuidado. Mas o fundo para essa obra não deve provir dos dízimos.” – CSM, 102.

26. O dízimo pode ser usado para atender despesas de escolas ou assalariar colportores?

“Um raciocina que o dízimo pode ser aplicado para fins escolares. Outros argumentam ainda que os colportores devam ser sustentados com o dízimo. Comete-se grande erro quando se retira o dízimo do fim em que deve ser empregado – o sustento dos ministros” CSM, 102.

27. Os pobres da igreja podem ser atendidos com o dízimo?

“O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” – CSM, 103.

28. Podemos usar os dízimos para ajudar estudantes pobres dos nossos colégios?

“… Mas este dinheiro não deve ser extraído do dízimo, se não de um fundo separado para este propósito.” – EGW, carta 40, 1897.

29. Como dizimar?

Antes de fazer qualquer gasto, separe a décima parte de todas as suas entradas e coloque esta quantia em um envelope de dízimo. “Não Lhe devemos consagrar o que resta de nossas rendas, depois que todas as nossas necessidades reais ou imaginárias tenham sido satisfeitas; mas antes de qualquer parte ser gasta, devemos pôr de parte aquilo que Deus especificou como Seu” – CSM, 81.

30. Não sinto a alegria que as outras pessoas sentem ao dizimar. Porque dizimar é tão difícil para mim?

Dizimar é difícil, não pelas quantias em jogo, mas pelos motivos. Se você tem achado que é muito difícil pode ser que você esteja dizimando por motivos errôneos.
Se você esta dizimando porque seu amor a Deus o leva a cumprir esta responsabilidade e porque ama almas que se perdem, seu motivo é puro, espiritual e desinteressado, e você descobrirá que o dízimo é um caminho de vida comovedor e abundantemente recompensador.

31. Como deve dizimar aquele que se dedica a atividades agropecuárias ou similares?

Deveria guardar um registro da venda de seus produtos e acrescentar a este total o valor dos produtos do estabelecimento consumidos em seu lar e os juros ou aluguéis recebidos de outros. Isto constitui uma entrada bruta. Logo deverá deduzir todos os gastos O resultado é o ganho que deverá ser dizimado.

32. Como um comerciante deve dizimar?

Um comerciante deve devolver o dízimo de seus lucros líquidos. Para calcular este ganho, deve somar a sua venda do mês e outras entradas como: juro por dinheiro investido, aluguel de propriedades, etc. Logo deve restar o custo das mercadorias vendidas, os gastos que tenham tido com relação a sua atividade comercial. Esta diferença será o lucro líquido, sobre o qual deve devolver o dízimo.

33. Poderia apresentar um exemplo concreto sobre a maneira em que arrendadores, agricultores ou comerciantes devolvem periodicamente o dízimo?

Alguns proprietários adventistas pegam mensalmente um saldo igual ao que os demais membros da família que trabalham com eles. Isto provê uma entrada mensal e lhes permite devolver regularmente o dízimo e dar suas ofertas. Estes salários estão baseados na colheita dos últimos anos. Periodicamente (uma vez ao ano, cada seis meses) computam as entradas e ajustam qualquer diferença que houver.

34. Como proceder para devolver o dízimo quando não se podem calcular exatamente os ganhos mensais, como no caso de comerciante ambulante?

O comerciante ambulante deveria separar o dízimo calculando a diferença entre o total das vendas e o total das compras de mercadorias do dia, semana, etc. Se tem gastos com transportes, armazenagens, etc… Pode deduzi-los e dizimar a diferença.

 

 

35. Como deveria dizimar um industrial que comprou maquinarias com um empréstimo bancário?

Deverá devolver mensalmente o dizimo da parte da quota mensal que paga ao banco e que corresponde à amortização do capital emprestado (a parte da quota mensal que corresponde a juros poderia ser considerada como um gasto e em consequência não sujeita a dízimo). Igual critério deveria seguir um taxista que compra um veículo com um empréstimo bancário, um técnico ou profissional que compra em iguais condições seu equipamento para o trabalho, etc.

36. Deveria ensinar-se às crianças a dizimar seus escassos recursos?

Cada um deveria dizimar, não importa quão abundante ou escasso sejam seus recursos. Toda pessoa que tem idade suficiente para entender e escrever tem geralmente uma pequena quantia de dinheiro e é responsável perante Deus pela maneira que a administra. “Ensine-os a devolver dízimos e ofertas” – LA, cap. 63.

37. É correto devolver o dízimo de uma só vez no final do ano?

Não é o melhor por três razões:
A Associação /Missão que recebe seus dízimos tem sérias obrigações para sustentar aos pastores, e estas não podem esperar até o fim do ano.
Você necessita das bênçãos e da fortaleza divina que vem cada mês do ano
Devido à inflação seu verdadeiro valor se reduz

38. Devo devolver meu dízimo na Igreja onde sou membro?

Sim, você deveria devolver o dízimo na igreja que você é membro.

39. Necessito devolver o dízimo ainda que não assista regularmente à igreja?

Deus diz que devemos levar todos os dízimos a casa do tesouro. Você paga o aluguel de sua casa ou os impostos, mesmo quando está de férias, não é verdade? Deus espera que você dizime seus ganhos cada vez que os recebe independentemente de você estar ou não em condições de ir a igreja. Dizimar é uma prova de reconhecimento da soberania e propriedade de Deus sobre tudo o que existe, e nada tem haver com a possibilidade física de assistir ou não a igreja.

40. Eu posso administrar o dízimo em vez de levá-lo para igreja?

Não. Sua igreja necessita do dízimo. A regra é esta: “Ninguém se sinta na liberdade de reter o dízimo, para empregá-lo seguindo seu próprio juízo. Não devem servir-se dele numa emergência, nem usá-lo segundo lhes pareça justo, mesmo no que possam considerar como obra do Senhor” – CSM, 101.

41. Posso reter os dízimos se não concordo com a maneira como ele é usado?

“Alguns se tem sentido mal satisfeitos, e dito: Não pagarei mais o dízimo, pois não confio na maneira porque as coisas são dirigidas na sede da obra. Roubareis, porém, a Deus, por pensardes que a direção da obra não esta direita? Apresentai vossa queixa franca e aberta, no devido espírito, e as pessoas competentes. Solicitai em vossas petições que se ajustem as coisas e ponham em ordem, mas não vos retireis da obra de Deus, nem vos demonstreis infiéis porque outros não estejam fazendo o que é direito.” – CSM, 93 e 94.

42. Devo dizimar, apesar de minhas dívidas?

Sim, pois nossa primeira maior dívida é com Deus. Ele nos dá todas as coisas independentemente das obrigações financeiras com seus semelhantes. O dizimista cristão, inteligente e fiel, sempre se considera endividado em primeiro lugar com Deus, pois Ele é o proprietário de tudo o que lhe confiou como mordomo. É uma grande injustiça usar o dízimo de Deus para pagar dívidas a seres humanos. Não se pode pagar a alguns, roubando a outros.

43. Devo dizimar, mesmo ganhando o insuficiente para atender as minhas necessidades?

O Senhor não nos pede que dizimemos do que não recebemos e sim do que ganhamos, sendo muito ou pouco. Aquele que cumprir a disposição de Deus no pouco que lhe tem sido dado, receberá a mesma recompensa que aquele que dá de sua abundância. “Aquele que segue o plano de Deus no pouco que lhe foi dado, receberá a mesma recompensa que aquele que oferta de sua abundância.” – OE, 223.

44. Deveria Dizimar quando minha primeira obrigação é para com a minha família?

“Algumas pessoas se sentem sob sagrado dever para com os filhos. A cada um devem dar seu quinhão, mas se acham incapazes de conseguir meios para auxiliar a causa de Deus. Dão a desculpa de que têm um dever para com os filhos. Pode isso ser certo, mas seu primeiro dever é para com Deus… Não permitais que vossos filhos roubem vossas ofertas do altar de Deus, usando-as para seu próprio proveito.” – CSM, 94.

45. Tenho razões particulares para não dizimar. Certamente não se espera que eu dizime, não é verdade?

Muitos creem erroneamente que o dízimo realmente lhes pertence, em lugar de reconhecerem que pertence a Deus como o expressa Levítico 27:30. “Exigia um décimo e isto Ele requer como o mínimo que o homem Lhe deve devolver. Diz: Dou-vos nove décimos, ao passo que exijo um décimo; este é o Meu. Quando os homens o retém, estão roubando a Deus.” I TS, 373.

46. Uma vida de oração substitui a devolução dos dízimos?

A oração não tem o fim de operar qualquer mudança em Deus; ela nos põe em harmonia com Ele. Não ocupa o lugar do dever. Por mais frequentes e fervorosas que sejam as orações feitas, jamais serão aceitas por Deus em lugar do nosso dízimo. A oração não paga nossas dívidas para com o Senhor.” CSM, 99.

47. Alguém que não seja fiel nos dízimos pode ser oficial da igreja?

Os dirigentes da igreja devem dar exemplo na devolução dos dízimos. “Aquele que não procede de acordo com esse padrão de liderança, não deve continuar como oficial de igreja ou obreiro da Associação / Missão” – Manual da Igreja, 138.
“Quem deixa de dar exemplo neste assunto importante, não deve ser escolhido para o cargo de ancião, nem para cargo algum da igreja”. – Manual da Igreja, 54.

48. Quem são os responsáveis na igreja por incentivar a fidelidade na devolução do dízimo?

O pastor, ancião, tesoureiro e o presidente da comissão de mordomia.

49. Para que se destinam os 10% de dízimos que cada organização recebe e envia a organização superior?

Para cobrir os gastos que sustentam o ministério e a direção da obra nessas organizações. “Assim, a Associação ou Missão local, a União e a Associação Geral ficam providas de fundos para suster os obreiros empregados e atender aos gastos de dirigir a obra de Deus em suas respectivas esferas de responsabilidade e atividade” – Manual da Igreja, 163.

Veja nesse vídeo a explicação de como são investidos os dízimos e ofertas na Igreja Adventista:

50. Pode dedicar-se um templo construído com dízimos?

Não. Assim como apresentar a Deus uma casa de culto com uma dívida constitui uma negação da fé, porque fala de uma mordomia infiel, de igual maneira e ainda pior, todavia, é o fato de que seja construída utilizando a porção do Senhor. O Espírito de Profecia diz: “Mas estais roubando a Deus cada vez que pondes a mão no tesouro a fim de tirar fundos para atender as despesas correntes da igreja” – CSM, 103.

51. Deveria a Igreja receber os dízimos do produto de atividades que estão em aberta transgressão aos mandamentos de Deus ou de uma pessoa que não é crente?

Às vezes se alega que esse dízimo é dinheiro sujo, indigno, porque provém, por exemplo, de uma prostituta, um homossexual ou de uma pessoa que faz negócios dúbios, e em consequência não é digno de ser recebido por Deus.
Mas, em realidade, não há tal coisa, como dinheiro sujo ou limpo, digno ou indigno. O dinheiro em si mesmo é neutro.
O que são sujos ou indignos são os meios para obter o dinheiro.
Em consequência, quando o dinheiro é dedicado a Deus pode ser legitimamente recebido, salvo quando o dinheiro obtido é produto de fraudes, assaltos, roubos, etc.
Ellen G. White, Chuvas de bênçãos, compilado e organizado por Arnaldo Enríquez (Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1998), 87.

52. Deveriam receber-se os dízimos de cultivos tais como fumo, café, erva-mate, uva para vinhos, coca, etc.?

O problema não está no dinheiro ou nos cultivos, senão nos meios errados que usa o homem para obter o dinheiro e no uso equivocado, contrário ao plano de Deus, que faz de ditos cultivos. Em última instância, o dízimo é uma questão de consciência entre o homem e Deus. Se a pessoa persiste em sua conduta depois de a igreja fazer tudo o que estiver ao seu alcance para orientá-lo, então a responsabilidade fica com o membro e não com a igreja. White, Chuvas de bênçãos, compilado e organizado por Arnaldo Enríquez, 87.

53. Podem ser recebidos dízimos do produto de vendas de artigos comercializados na fronteira ou de artigos proibidos por lei?

Cremos que seria prudente em qualquer dos dois casos não recebê-los, pois o conhecimento de que tais dízimos tiveram origem ilícita e violatória da lei, faria que quem os recebesse se tornasse cúmplice no delito perpetrado.

54. Podem ser recebidos dízimos de dinheiro ganho em loterias, rifas, prognósticos desportivos, etc.?

Tratando-se de pessoas que não são membros da igreja, podem ser recebidos, pois em quase todos os países estes meios de obter dinheiro são lícitos e aprovados por lei.
A igreja não aprova a participação em loterias, rifas ou prognósticos desportivos, de modo que um bom membro da igreja não participa dessas atividades.
Se por ignorância ou outra razão participou e obteve um prêmio, e deseja dizimá-lo, é decisão e problema de consciência dele. Se a igreja está inteirada do fato, deverá chamar-lhe a atenção, para não voltar a cair em um fato semelhante.

Faça o download desse arquivo

baixar

░░░░░░░░░░░ Ficou em Dúvida? Deixe seus comentários abaixo ░░░░░░░░░

  • Aleluia! Este é um excelente estudo sobre os dízimos! Gloria a Deus!

  • veta

    Olá, as pessoas reais são aqueles que sabem como ajudar seu companheiro alívio ao sofrimento. Este homem me deu um empréstimo de euros 70000 € sem complicar o nível de tarefa me documentos que requerem aplicações de empréstimo dos bancos. Se você está em necessidade financeira, graças a ele, mercado super Jet em canto e hoje foi meu Salvador… e realmente não sei qual é a razão para a torna hoje decidida testemunhar em seu favor, pode contactar-me via e-mail e siga as instruções e você estará satisfeito no prazo máximo de 48 horas. Confirmação e agora se aconteceu que precisa de um empréstimo entre em contato com ele. Para aqueles que estão lutando como eu podem escrever-lhe e explicar a ele sua milhagem pode ajudar seu e-mail: roberto.erbetta01@gmail.com

  • Ciêntistas da Computação

    Porque devo devolver algo que eu não peguei?

    • Se vc não devolveu nada para Deus, é porque vc não reconheceu Deus nesta situação, e como tal, vc ainda não é um ser reconhecido, ou agradecido, para Ele, então vc está perdido, precisa urgentemente ser de Deus e receber a vida eterna.

      • Ciêntistas da Computação

        Quer dizer que eu tenho que dar dinheiro para Deus para ser reconhecido?

        • Sim.Se vc for dele sim. Se não esquece. Vc precisa dar os dízimos 10% de tudo que Deus te der, em bens materiais, e isso inclui dinheiro, pois Ele disse se me negar diante dos homens eu também te negarei diante do meu Pai. E quem não for fiel no pouco nunca será no muito, e quem comigo não ajunta espalha. E naquele grande dia, eu mesmo separarei as minhas ovelhas dos lobos, e os que tiverem praticado o bem para a direita com Deus, e quem tiver praticado o mau, para a esquerda com o diabo e seus anjos.

          • Ciêntistas da Computação

            Isso que você disse parece aquelas correntes que tem no meu Facebook no qual não compartilho. Alias, me irrito quando vejo essas pessoas fazendo isso. Mas não é o foco. Quer dizer então que se não doou o dízimo estou praticando o mau mesmo que eu tenha seguido todos os mandamentos deles?

          • O que vc diz a meu respeito, não me interessa, ou é relevante, pois não nos conhecemos, o que importa é o que a palavra de Deus diz a meu e ao seu direitos, e deveres.

          • Ciêntistas da Computação

            Mas você não respondeu o que eu perguntei. Você só ficou concentrado no que eu disse a respeito do Facebook. O que eu disse é só a minha opinião. Penso que Deus não vai ficar se importando se você compartilha coisas bonitas no Facebook ou que você vai para o inferno se não compartilhar. Acredito que pessoas que fazem isso estão perdendo tempo. De vez ficar compartilhando ou curtinho essas coisas inúteis, porque não fazer algo para agradar a Deus? Como você mesmo diz, é irrelevante. Só queria que você respondesse o que eu perguntei.

          • O que as pessoas fazem em compartilhar coisas e mensagens no FB, sobre Deus é apenas obras de evangelização, se elas forem pautadas na verdade e na palavra de Deus, caso contrario, quem ultrapassa a sã doutrina não tem nem o Pai e nem o Filho e nem o Espirito de Deus. Cada um dará contas de si para Deus das suas obras.

          • Anderson

            Vc não entende nada tudo foi na cruz ,não adianta Deus nunca nos abandona nunca ele está de braços abertos aos seus sempre que vierem a ele como no filho pródigo não tem crédito e nem descrédito ….

          • rafaella

            Esse cara ai, tá louco por dinheiro. Isso sim! kkk Como se o proposito de Cristo fosse somente pegar o dízimo. Leia mais amigão.

      • Ciêntistas da Computação

        Dinheiro = reconhecimento?

        • Sim o dinheiro também faz parte do reconhecimento. Imagina vc mora em uma casa, e ela precisa de reforma, e vc não reconhecer isso, ela vai começar a ruir, e se deteriorar se vc não desembolsar dinheiro pra reformar ou consertar. Toda moradia requer dinheiro, imagina vc morar num prédio e não pagar o condominio? Imagina vc ir no cinema e não pagar o ingresso? Muito superior a tudo isso é Deus que é dono e sustentador da vida.

          • Ciêntistas da Computação

            Então estou pagando pela minha moradia no céu? E como que esse dinheiro chega para Deus?

          • Não ; Ninguem pode pagar para entrar no céu, até porque carne e sangue não entram no Reino eterno, é preciso de um corpo incorruptível. NEm paga e nem se batiza para ser salvo. Mas porque é salvo, se batiza e se torna dizimista e ofertante, por que é salvo. Porque a salvação é pela fé nas obras de Deus em Cristo, e o próprio Cristo disse fazei estas coisas sem omitir aquelas em Mateus 23

          • Ciêntistas da Computação

            O batismo não é chave com Deus?

          • Vc não entendeu a diferença entre a salvação e o seu dever de cidadão cristão. O que vc está dizendo, achar q este dinheiro não chega até Deus por que alguns sacerdotes enriqueceram ou roubaram é ignorância, pois quando se dizima e oferta para o Reino de Deus se dá se doa para Deus, independente da sua igreja. O q c diz é o mesmo que se alguém lideres ou todos no governo roubam, porque eu devo pagar minhas contas, antes sonega-las, pois seria muito mais proveitoso pegar este dinheiro de impostos e doar para os pobres e necessitados?! As suas obras, quer sejam mas ou boas não podem comprar a sua salvação, a sua morada no céu, porque ela não se compra com prata e ouro, e isso incluí as suas obras humanas, mas somente com sangue de Cristo, reconhecimento, somado a obediência a sua palavra e mandamentos, somado a justiça misericórdia e graça podem.

          • Ciêntistas da Computação

            Para mim você defende cegamente a igreja. Assim mesmo como você mesmo disse é o mesmo que falar dos líderes políticos, mas vc não acha que a sonegação acontecr em todos esses os lugares e também na igreja? Você não acha que o que salva é a tua fé e não a religião? E uma última pergunta, a pessoa que viveu uma vida de pecados se ela se arrepende de coração por tudo o que fez ela não tem direito ao céu?

          • Eu não defendo a igreja cegamente como vc diz. Vc não prestou bem a atenção devida. Eu acabei de escrever, que não importa ir a igreja ou a missa, o que importa é a sua fé, boas obras pautadas na palavra de Deus e não em obra de justiça própria.O que salva não é a religiosidade, mas a sua fé em Cristo assim como o ladrão que estava sendo crucificado ao lado de Cristo e reconheceu que ele era o messias, e fez um pedido e Cristo respondeu conforme a sua fé.

          • Ciêntistas da Computação

            Certo, entendi. Obrigado

          • LojaBethocka Rodelas

            querido, você faz estudo da palavra de Deus com ? Deus eh o caminho a verdade e a vida. E entendo por dizimo ou seguinte, Deus nos da 100% de tudo que temos ou ganhamos e nos pede apenas 10% de volta para obra de evangelização (ou seja, para divulgar sua palavra e tirar cada vez mais pessoas desse mundo perdido, cheio de noticias e acontecimentos terríveis …..) e a partir do momento que temos a humildade e a abnegação e o desprendimento de conseguir devolver esse dinheiro. Deus nos enche de bencaos. O senhor já deve ter escutado alguma palavra de algum pastor ou de algum membro de alguma igreja e isso fez acalmar seu coracao. As obras não são simples nem fáceis de fazer, e requerem recursos para que a palavra de Deus seja pregada por toda parte. E se esse dizimo for mal utilizado, aquele que o fizer pagara por isso. Porem estaremos fazendo a nossa parte, e não seremos culpados pelos pecados de terceiros.

          • Ciêntistas da Computação

            E enquanto as pessoas que vivem na rua? Que não tem condições, essas irão para o céu?

          • Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (isto é, a trazer do alto a Cristo. )
            Ou: Quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo. )
            Romanos 10:6,7
            Ao servo não cabe julgar e sim cumprir toda a justiça que está manifesta em toda a biblia a palavra de Deus!

          • edivaldo

            Vai ler a bíblia, Deus não está pedindo dinheiro para ninguém ele quer que nós demos ouvidos para ele para que nos vivamos.
            Ó VÓS, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.
            Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão? E o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer? Ouvi-me atentamente, e comei o que é bom, e a vossa alma se deleite com a gordura.
            Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi.
            Isaías 55:1-3
            Não é o dinheiro que é dado paras as igrejas que vai nós abençoar mais a devida obediência a Deus.
            Jesus não deu muito credito para os templos feito por mãos, mais para pessoas.
            Mais onde vc congrega precisa de ajuda é bom que ajude é agradável a Deus, desde que esteja na palavra dele.

      • Ciêntistas da Computação

        O dinheiro é mais importante para Deus do que ser bom com as outras pessoas?

        • Não.

          • Ciêntistas da Computação

            Então isso significa que não preciso doar dinheiro para ele. Já que eu irei ajudar eu mesmo outras pessoas com meu dinheiro. Isso seria suficiente do que doar o dízimo para a igreja?

          • Não. A doação ou devolução dos dizimos e ofertas são preceitos e mandamentos de Deus para o seu povo. E não para quem não é povo de Deus, ateus, impios e ladroes estão isentos desta obrigação. O Dizimo é do Senhor e para o Senhor Deus. Ofertas sim esta se enquadram no aspecto, de ajuda ao próximo, e principalmente a causa do evangelho ao redor do mundo, e isto independe de igreja local, ou algum prédio, pessoa ou instituição.

          • Ciêntistas da Computação

            Então, se eu não seguir essa regra eu estaria indo contra os mandamentos de Deus? Se eu não doar o dízimo isso significa que não sou de Deus?

          • Deus ama a todos, pecados e justos, e deu seu Único filho Jesus Cristo para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna João 3:16. Coração bom, não existe, a bíblia diz que o coração do homem é enganoso, se não for transformado por Deus. E a justiça de Deus é esta o homem viverá pela fé, se retroceder, Deus não tem prazer nele.
            Um dia Deus irá julgar vivos e mortos, e este julgamento não se dará pelas boas ou mas obras que praticamos, mas pela Justiça, de Deus por cada ser humano, então cada um receberá a sua recompensa pelo que fez, uns o galardão para vida eterna, e outros juízo e a condenação da morte eterna.

          • Ciêntistas da Computação

            Então se o coração do homem é enganoso quer dizer que não existe pessoas boas correto? Os atos que ele faz em vida é o que conta para Deus. Independente se ele fez o bem ou o mal. Lhe pergunto, uma pessoa que sempre ajudou todos foi na missa, mas essa mesma pessoa não é dizimista. Isso quer dizer que ela não mereça o céu?

          • Sim não existem pessoas boas aos olhos de Deus todos pecaram e precisam se arrepender, e carecem da graça divina. Os atos que elas fazem, contam aqui para esta terra, tudo que o homem semear isso também ceifará. Caso esta tenha servido aqui nesta terra segundo a ótica, a justiça de Deus, estas boas obras contarão em seu favor para com Deus e seu próximo. Ir a igreja ou a missa não quer dizer muita coisa, o que vale é a sua fé as obras de justiça em obediência a palavra de Deus. O merecimento do céu não é Deus quem vai dize sim ou não e porque. Não digas em teu coração quem subirá ao ceu ou quem descerá ao abismo. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
            Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.
            Efésios 2:8-10

          • Rubén Aizprúa

            “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?
            E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,
            E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e nào lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?
            Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.
            Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.
            Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o creem, e estremecem.
            Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Tiago 2:14-20

          • Jhonatan Rodrigues

            Olá “Cientistas da Computação”, vou te dar o meu entendimento para tentar responder esta pergunta.
            É o seguinte: a Salvação nos é concedida somente pela fé em Jesus, não importa religião, cor, ou os atos que as pessoas cometeram durante sua vida. Quanto aos dízimos e ofertas, na Bíblia está escrito que esse ato de devolver a Deus é dever do cristão. Claro que o dízimo e oferta (dinheiro ou qualquer outro material) não vão para Deus, de uma certa forma. Na Bíblia também está escrito que essas oferendas são usadas para a Manutenção da Obra e exclusivamente para isso, ou seja, o dinheiro (por exemplo) é usado para o mantimento da igreja, compra de material evangelístico e demais coisas. Acontece que, infelizmente várias pessoas ao longo da história banalizaram esse ato em prol do próprio benefício, de uma certa forma roubando os fiéis em nome de Deus. Digamos agora que todos deixemos de devolver, igrejas fecharão, materiais missionários deixarão de existir, e isso não prejudicaria aqueles que conhecem a Verdadeira Mensagem, mas sim aqueles que não conhecem e assim de nossa parte seríamos Egoístas pois nós temos a Mensagem e não compartilharemos. A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem um sistema bastante organizado para a distribuição dos dízimos e ofertas, sistema tal que não é escondido e nem oblíquo a nenhum adventista, explicar-lhe aqui como nós fazemos quanto a dízimos e ofertas seria um pouco difícil aqui, mas se for de sua vontade podemos continuar essa conversa pelo e-mail (jhondsilva@hotmail.com).
            Espero que eu tenha esclarecido sua dúvida 😉 que Deus o abençoe grandemente.

          • Ciêntistas da Computação

            Obrigado pelo esclarecimento Jhonatan. Fique com Deus e que Ele lhe abençoe imensamente, não só você mas também sua família e amigos. Que a paz de Jesus esteja com você. Obrigado.

          • Willy O Mensageiro

            Dízimo nunca foi 10% do salário ! Dízimo significa ALIMENTOS ! “Comerais os DÍZIMOS… !” Deuteronômio 12:17-18 ; 14:22-23 . O Dízimo é para ser doado aos pobres , para os orfãos, para as viúvas e para os Levitas. Deuteronômio 26:12-14 . Malaquias 3:10 > “…Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimento na minha casa…! obs. O que é mantimento ? Mantimento é alimentos. Habacuque 3:17 ; Neemias 13:15 ; 10:37-39 OBS. O profeta Neemias protestou porque estavam vendendo os mantimentos.
            Resumindo : Os Pastores são Ladrões e estelionatários da Fé , roubando os mantimentos, digo, alimentos, da boca dos pobres. . DÍZIMO É SINÔNIMO DE CARIDADE Il CORINTIOS 9:7-9. DÊ O DÍZIMO AOS POBRES E NÃO AOS ENGANADORES OS PASTORES/PADRES QUE ROUBAM A ELOHIM(Deus) E ROUBAM DOS POBRES.
            LEIAM TODO O LIVRO DE MALAQUIAS E NÃO APENAS MALAQUIAS 3:10

          • Não. Naquela época era comum fazer os pagamentos dos trabalhadores em alimentos, principalmente com o povo que trabalha no campo, com plantadores e criadores de animais, pois muitas das vezes a colheita não é mensal, e sim bimestral, trimestral, e as vezes anual, é assim até hj no interior do Brasil e em algumas partes do mundo. Dizimo é a decima parte de salário de qualquer trabalhador, por isso Deus diz; trazei os dízimos de tudo, quer dizer dinheiro, alimentos, e todo tipo de lucro!

      • Ciêntistas da Computação

        O dinheiro é mais importante do que praticar o bem?

        • Praticar o bem é ajudar o seu próximo, e acima de tudo praticar o bem é amar a Deus e amar a Deus requer obediência, e também ofertar para Deus e ofertar a Deus também inclui dinheiro.

          • Ciêntistas da Computação

            Mas se eu cumpro os mandamentos de Deus porque devo doar dinheiro para Deus? Minha obediência seguindo os mandamentos de Deus não é o suficiente? Se eu não doar o dinheiro eu vou para o inferno mesmo que eu tenha seguido os mandamentos dele?

          • Aline Laio Nunes

            Carlos, você está cego pelas doutrinas humanas..uma coisa é reconhecer as necessidades da obra(oferta voluntária) outra coisa é me dizer que há base bíblica no Novo Testamento para a manutenção do dízimo.
            Então vc nao pode comer carne de porco, pode beber bebida forte( bebida alcoólica), pode dar carta de divórcio… pois se cumpre um trecho da LEI é obrigado a cumprí-la integralmente….
            Reconheça que JESUS, depois de morrer, (quando estava vivo, por ser Judeu cumpria a LEI) mas com sua morte o véu se rasga e a LEI é abolida e com ela o dízimo, que é LEI…. Reconheça que JESUS quer muito mais que Dinheiro.. ele quer obras…..
            Ficou com dúvida?

            Leia o LIvro de Gálatas….Novo Testamento..
            CARLOS,VC É MAIS UM PRISIONEIRO DO SISTEMA RELIGIOSO… ESTUDE MAIS A PALAVRA… A PALAVRA

          • Aline Laio Nunes, não estou preso a doutrinas humanas, estou preso a toda escritura Antigo e Novo testamento a santa palavra de Deus. Sim a base bíblica sobre o dizimo e as ofertas em toda bíblia, Cristo disse errais em não conhecer as escrituras e nem o poder de Deus! O próprio Cristo sobra do antigo e realidade do novo citou o dizimo e as ofertas, quando repreendia os fariseus: Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas. Mateus 23:23 Outro erro seu é achar que Cristo aboliu a lei, Ele nunca aboliu lei nenhuma, ELe fez foi cumprir, a modernizar. Tudo me é licito mas nem tudo me convém 1 Coríntios 10:23. Mas como vc e tantos outros estão cegos, e guias de cegos, nus e na ignorância da sua própria consciência, que anula, tira o que Deus não permite ser retirada nada de sua palavra. E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.
            Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus.
            Apocalipse 22:19,20 Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
            O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.
            Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.
            Gálatas 1:6-8

          • Aline Laio Nunes

            Filho, você me diz que a lei não foi abolida com a morte de cristo?
            Você precisa abrir os olhos espirituais!
            Quem é rico e não é dizimista, qual o motivo do “devorador”, não o consumir as riquezas?
            E quanto a carta de divórcio? Na lei posso, então ainda posso no tempo de CRisto?
            Se voce cumprir um trecho da lei é obrigado a cumpri-la integralmente!

          • Primeiro não me chame de filho, porque vc não é minha mãe, minha mãe é santa, e dizimista fiel, e ela me reconhece como dfizimista desde criança e eu tenho orgulho e pra mim é uma alegria e hora ser dizimista.
            Segundo vc é quem precisa abrir os olhos, e ser avivada, quem é rico e não é dizimista é avarento, e ganancioso, o devorador não só consome os bens materiais, como consome sua inteligencia, sua fé racional, e sua vida espiritual fica a míngua, quando vc deveria ser prospera em tudo e em todo conhecimento. Quanto a carta de divórcio, nunca foi a vontade de Deus, antes preceito da lei mosaica, a vontade de Deus é o arrependimento e o perdão, em qualquer situação ou condição deplorável, quem se une, se casa novamente com o seu primeiro parceiro vivo, esposo ou esposa, em vida comete adultério, pois o próprio Cristo só livrou do adultério, quando vc se une novamente quando o conjugue falece, e ai neste caso fica livre para contrair novas nupcias. Prefiro cumprir toda escritura do que cumprir parte dela.

          • Aline Laio Nunes

            GOSTARIA DE DIZER QUE PRIMEIRAMENTE VOCÊ É UM MAL EDUCADO E DEVIA ACERTAR ESSE PONTO PRA DIZER DA PALAVRA DE DEUS, ESCRIBA, FARISEU, HIPÓCRITA!!…

            LEIA ESSE ESTUDO, MAS SEI QUE VC CONTINUARÁ NA SUA MENTE CAUTERIZADA PELO SISTEMA :/
            A verdade sobre o Dizimo que poucos conhecem

            A palavra dizimo encontrado pela Primeira vez na Bíblia em (Gn 14) significa colheita, ou seifa é que foi uma atitude voluntária, quando depois de uma guerra, Abraão ofereceu a um sacerdote chamado Melquisedeque, Jacó, seu neto, também comprometeu-se voluntariamente a dar dízimos, esse dízimo nunca foi dinheiro e sim cereais, sendo este totalmente diferente do preceito religioso estabelecido na ordem levítica da lei de Moisés que pela sua lei o Dízimo significa a décima parte de algo, paga voluntariamente ou através de taxa ou imposto, para ajudar organizações religiosas judaicas segundo a Lei de Moises (Lv 27, 30, 32) (Malaquias 3:10) (Hb 7:5). Segundo ordem levitica dizimo era dado exclusivamente aos levitas (1 Cr 15:2) (Hb 7.5), (Hb 7.11)
            Seu início se deu porque dentre as 12 tribos de Israel, a mais pobre era a tribo de Levi, então as tribos mais prosperas deveriam repartir mantimentos com a tribo menos favorecida justamente porque elas tinham colheitas em abundancia e não necessitavam de tantos mantimentos, guardar tudo para elas mesmas significaria acumular tesouro o que é terminantemente proibido por Deus, a tribo de Levi por sua vez também ofertava a viúvas órfãos e necessitados (Dt 26:12) repartiam com os estrangeiros, já que Israel no passado também já foi estrangeira, significando assim amor ao próximo, lá, benção era chuva para a colheita, maldição era seca, o devorador eram os gafanhotos, tudo isso definitivamente nada tem a ver a associação do devorador com o demônio nem benção com prosperidade financeira, como ensina o sistema religioso de hoje, em toda a bíblia não existe uma única citação que ampare essa afirmação. Segundo a LEI apenas os LEVITAS poderiam recolher o dizimo.

            Os lideres religiosos de hoje que recolhem o dizimo, não são da tribo de Levi, não são Judeus e não fazem parte da Lei de Moisés. Este costume existiu de Abraão, até Levi (Hb 7:9), nessa passagem Paulo explica que, o dizimo termina em Levi e por ser Cristo sacerdote segundo a Ordem de Melquisedec, este ab-rogou (aboliu) o sacerdócio levítico com todas as suas as leis, dízimos e costumes, conforme narra Paulo na carta endereçada aos Hebreus (Hb 7, 1 – 28). Paulo arremata: “Com efeito, mudado que seja o sacerdócio, é necessário que se mude também a lei” (Hb 7.12). E ainda: “O mandamento precedente é, na verdade, ab-rogado pela sua fraqueza e inutilidade” (Hb 7, 18). OBS: SACERDOTE SÃO (LÍDERES RELIGIOSOS DA TRIBO DE LEVI)

            Quem entende que a o velho testamento e seus preceitos foram abolido por Cristo segundo o Apostolo Paulo (2 Co 3:14), apóia o uso do dizimo, citando a passagem do Novo Testamento onde Jesus critica os Escribas e Fariseus que lembram apenas do dizimo e esqueciam os outros preceitos da lei (Mt 23:23), sabemos que segundo a lei de Móisés do antigo testamento, aqueles dois homens que Jesus criticou, eram obrigados a dar o dizimo, o cominho e hortelã porque eram Judeus e ainda estavam sobre o manto da lei de Moisés e não da graça, que tem seu inicio com a morte de Jesus “ Esta consumado” naquele momento Cristo adentrou a nova aliança da graça, que estamos hoje, e neste contexto Jesus está dando uma bronca no pessoal que só lembrava do dízimo e esqueciam se dos outros preceitos da Lei, definitivamente ele não está orientando aos Gentios (nós) a praticar o preceito do dízimo. Cristo e seus discípulos jamais orientaram, permanecêssemos no preceito do dizimo, das coisas do dizimo a única que Jesus preservou é a caridade ajudar o necessitado ou seja ofertar ao próximo. (Is 1:17), (Tg 1:27).

            Nos devemos sim atender a viúva o órfão e o necessitado, não é fazer o líder ter esta responsabilidade dando pra ele dar, é você, isso é pessoal é de cada um, é um hábito que devemos ter. Concluímos então que o dizimo não é desse tempo, não e para os Gentios o líder que recebe não é da tribo de Levi. Permanecer no preceito da lei é o mesmo que negar o sacrifício da cruz de Cristo, que segundo a própria lei, seria abolida, na vinda do Salvador Messias. Permanecer no preceito da Lei é o mesmo que negar a Cristo sendo estes o ANTI-CRISTO. O dizimo pode ser colhido e acordo com a palavra do homem, mas não de acordo com a escritura no Novo Testamento, não de acordo com Jesus.

            Síntese: Vamos pensar um pouco?

            No antigo testamento, Abrão deu dízimo uma só vez, não era toda semana!

            No antigo testamento, O OBEDIENTE Jó era um servo fiel de Deus? Jó considerado por muitos um dos mais fieis, nuncadeu dízimo.

            “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.” Malaquias 3:10

            Se o mandamento do Dízimo fosse para o Brasil, esse mandamento sendo valido ele se cumpriria no Brasil e o Brasil não seria uma nação pobre porque esta escrito derramarei bênçãos sem medidas. Entretanto quem e o rico. pastores ou o povo? Se fosse mandamento para o Brasil o povo não seria tão miserável. O devorador é repreendido então porque você é pobre? No entanto os coletores de Dízimo enriquece e o povo continua pobre, porque? Porque isso não é mandamento para o Brasil e sim para o povo de Israel

            A Qual grupo de pessoas, recebiam o sacerdócio para tomar o Dízimo do povo?
            “E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos(demais tribos), ainda que tenham saído de Abraão.” Hb 7:5

            Segundo a LEI apenas os LEVITAS poderiam recolher o Dízimo, lideres religiosos de hoje que recolhem o Dízimo, não são da tribo de Levi, não são Judeus e não fazem parte da Lei de Moises. Este costume existiu de Abraão, até Levi (Hb 7:9),

            “Com efeito, mudado que seja o sacerdócio, é necessário que se mude também a lei” (Hb 7.12). E ainda: “O mandamento precedente é, na verdade, ab-rogado pela sua fraqueza e inutilidade” (Hb 7, 18).

            Com a vinda de Jesus o sacerdócio foi mudado, de sacerdócio levita passou a ser o sacerdócio de Jesus cristo o sumo sacerdote doravante. A lei de cristo é a lei final para humanidade, Você come carne de porco? Faz Barba? come frutos do Mar? Sim? É proibido na Bíblia, então porque o seu líder toma os dízimos? É tudo preceito da lei de moisés, porque ignorar algumas partes e executar outras? O cumpre os 613 preceitos ou cumpre nada! Como Paulo Disse em GÁLATAS.

            EXISTE SACERDOTE (LÍDERES RELIGIOSOS) NA TRIBO DE JESUS?

            “Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio”. Hebreus 7:14

            JESUS É O SACERDOTE DA TRIBO DE JUDÁ.

            “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Hebreus 4:14

            PORQUE NÃO EXISTEM MAIS SACERDOTES HOMENS?

            “Porque todo o sumo sacerdote, tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados; Hebreus 5:1

            No antigo testamento: APENAS SACERDOTES LEVITAS PODEIRAM RECEBER O DÍZIMO,

            O PASTOR PROTESTANTE É SACERDOTE? É LEVITA?
            NEM SACERDOTE!
            MUITO MENOS LEVITA!

            SE O PASTOR PROTESTANTE RECEBE O DIZIMO ELE SE COLOCA NO LUGAR DO SACERDOTE LEVITA, QUEM NEM EXISTEM MAIS, ELE TOMA UM LUGAR, QUE NÃO É SEU DE DIREITO.ACEITAR O SACERDOTE HOMEM É NEGAR SACERDOTE ESPIRITUAL.

            SE O SACERDOTE HOMEM NÃO EXISTE MAIS, O PASTOR PROTESTANTE QUE TOMA SEU LUGAR SEM DIREITO MUITO MENOS.

            A PALAVRA ORIGINAL PARA PASTOR, ERA GUIA, E NADA TEM A VER COM O SACERDOTE PROTESTANTE DO TEMPLO RELIGIOSO.

            Aviso:

            “Por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” 2 Pedro 2:3

            Eles mantém o que convém, o que da lucro, Fica absolutamente evidente o tipo de ministros que são, são ministros do dinheiro, comerciantes, empresários, são mercenários. A teologia deles divide a Lei em lei cerimonial e lei civil, uma traz retorno financeiro e consequentemente prevalece, a outra não traz retorno financeiro e consequentemente foi abolida. Teologia fraca, com pouca base nas escrituras.

          • rafaella

            Tu pertence a tribo de levi? ou é sacedorte?

      • Ciêntistas da Computação

        Tenho que pagar para ser de Deus?

        • Não, para ser de Deus basta reconhecer que toda boa dadiva e todo dom, vem de Deus na pessoa de Cristo.

          • Ciêntistas da Computação

            Hum, entendi. Reconheço isso. Então Deus não precisa de dinheiro.

      • Willy O Mensageiro

        Dízimo nunca foi 10% do salário ! Dízimo significa ALIMENTOS ! “Comerais os DÍZIMOS… !” Deuteronômio 12:17-18 ; 14:22-23 . O Dízimo é para ser doado aos pobres , para os orfãos, para as viúvas e para os Levitas. Deuteronômio 26:12-14 . Malaquias 3:10 > “…Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimento na minha casa…! obs. O que é mantimento ? Mantimento é alimentos. Habacuque 3:17 ; Neemias 13:15 ; 10:37-39 OBS. O profeta Neemias protestou porque estavam vendendo os mantimentos.
        Resumindo : Os Pastores são Ladrões e estelionatários da Fé , roubando os mantimentos, digo, alimentos, da boca dos pobres. . DÍZIMO É SINÔNIMO DE CARIDADE Il CORINTIOS 9:7-9. DÊ O DÍZIMO AOS POBRES E NÃO AOS ENGANADORES OS PASTORES/PADRES QUE ROUBAM A ELOHIM(Deus) E ROUBAM DOS POBRES.
        LEIAM TODO O LIVRO DE MALAQUIAS E NÃO APENAS O VERSÍCULO 3:10

        • O dizimo é 10% de tudo quer seja dinheiro ou alimento, para o Senhor Deus e para os sacerdotes de Deus. Ofertas voluntárias sim estas poderá ser destinadas a igreja e a igreja separar parte para os pobres, viúvas fieis, e órfãos e famintos, mas não é costume.
          Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus.

          4. Qual o único destino que Deus dá ao dízimo?
          Através dos tempos, Deus estabeleceu que o dízimo seria destinado, somente, para o sustento de seus ministros, os levitas. Assim aconteceu no antigo testamento: os levitas e sacerdotes foram sustentados com os dízimos (Números 18:21 e 24.) No Novo Testamento e na atualidade, o dízimo é para o sustento do ministério evangélico (I Coríntios 9:14; I Timóteo 5:18).

          31. Como deve dizimar aquele que se dedica a atividades agropecuárias ou similares?
          Deveria guardar um registro da venda de seus produtos e acrescentar a este total o valor dos produtos do estabelecimento consumidos em seu lar e os juros ou aluguéis recebidos de outros. Isto constitui uma entrada bruta. Logo deverá deduzir todos os gastos O resultado é o ganho que deverá ser dizimado.
          A igreja adventista neste caso, e muitas outras igrejas e denominações não permite desvios dos dízimos para atender os pobres.

          27. Os pobres da igreja podem ser atendidos com o dízimo?
          “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” – CSM, 103.
          Ofertas: O dizimo é do Senhor Deus e para os sacerdotes de Deus. Ofertas voluntárias sim estas poderá ser destinadas a igreja e a igreja separar parte para os pobres, viúvas fieis, e órfãos e famintos.
          Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus.
          4. Qual o único destino que Deus dá ao dízimo?
          Através dos tempos, Deus estabeleceu que o dízimo seria destinado, somente, para o sustento de seus ministros, os levitas. Assim aconteceu no antigo testamento: os levitas e sacerdotes foram sustentados com os dízimos (Números 18:21 e 24.) No Novo Testamento e na atualidade, o dízimo é para o sustento do ministério evangélico (I Coríntios 9:14; I Timóteo 5:18).
          31. Como deve dizimar aquele que se dedica a atividades agropecuárias ou similares?
          Deveria guardar um registro da venda de seus produtos e acrescentar a este total o valor dos produtos do estabelecimento consumidos em seu lar e os juros ou aluguéis recebidos de outros. Isto constitui uma entrada bruta. Logo deverá deduzir todos os gastos O resultado é o ganho que deverá ser dizimado.
          A igreja adventista neste caso, e muitas outras igrejas e denominações não permite desvios dos dízimos para atender os pobres.
          27. Os pobres da igreja podem ser atendidos com o dízimo?
          “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” – CSM, 103.

          O dizimo é do Senhor Deus e para os sacerdotes de Deus. Ofertas voluntárias sim estas poderá ser destinadas a igreja e a igreja separar parte para os pobres, viúvas fieis, e órfãos e famintos.
          Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus.
          4. Qual o único destino que Deus dá ao dízimo?
          Através dos tempos, Deus estabeleceu que o dízimo seria destinado, somente, para o sustento de seus ministros, os levitas. Assim aconteceu no antigo testamento: os levitas e sacerdotes foram sustentados com os dízimos (Números 18:21 e 24.) No Novo Testamento e na atualidade, o dízimo é para o sustento do ministério evangélico (I Coríntios 9:14; I Timóteo 5:18).
          31. Como deve dizimar aquele que se dedica a atividades agropecuárias ou similares?
          Deveria guardar um registro da venda de seus produtos e acrescentar a este total o valor dos produtos do estabelecimento consumidos em seu lar e os juros ou aluguéis recebidos de outros. Isto constitui uma entrada bruta. Logo deverá deduzir todos os gastos O resultado é o ganho que deverá ser dizimado.
          A igreja adventista neste caso, e muitas outras igrejas e denominações não permite desvios dos dízimos para atender os pobres.
          27. Os pobres da igreja podem ser atendidos com o dízimo?
          “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” – CSM, 103.
          Ofertas : E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito. Marcos 12:41
          Porque pareceu bem à macedônia e à Acaia fazerem uma coleta para os pobres dentre os santos que estão em Jerusalém. Romanos 15:26
          Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente. Mateus 6:4

  • Ciêntistas da Computação

    Se você precisa de uma religião para ser bom, você não é bom, é um cão adestrado!

  • Rubén Aizprúa

    Cadê as perguntas e respostas sobre as ofertas?
    Outra, a resposta da pergunta 6 é muito fraca! Por isso existem muitos grupos separatistas aceitando e promovendo a entrega de dízimos para suas causas. Afinal das contas, eles também estão pregando o evangelho, não é?

  • Gi

    Uma pergunta, é obrigatório a família de um adventista que faleceu dar o dízimo da pensão de morte (benefício previdenciário) que recebe?

  • Willy O Mensageiro

    Dízimo nunca foi 10% do salário ! Dízimo significa ALIMENTOS ! “Comerais os DÍZIMOS… !” Deuteronômio 12:17-18 ; 14:22-23 . O Dízimo é para ser doado aos pobres , para os orfãos, para as viúvas e para os Levitas. Deuteronômio 26:12-14 . Malaquias 3:10 > “…Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimento na minha casa…! obs. O que é mantimento ? Mantimento é alimentos. Habacuque 3:17 ; Neemias 13:15 ; 10:37-39 OBS. O profeta Neemias protestou porque estavam vendendo os mantimentos Resumindo : Os Pastores são Ladrões e estelionatários da Fé , roubando os mantimentos, digo, alimentos, da boca dos pobres. . DÍZIMO É SINÔNIMO DE CARIDADE Il CORINTIOS 9:7-9. DÊ O DÍZIMO AOS POBRES E NÃO AOS ENGANADORES OS PASTORES/PADRES QUE ROUBAM A ELOHIM(Deus) E ROUBAM DOS POBRES.
    LEIAM TODO O LIVRO DE MALAQUIAS E NÃO APENAS O VERSÍCULO 3:10

    • Vc está muito errado. 1º Dizimo significa 10% de tudo que um judeu ou cristão ganha, quer seja ele dinheiro, ou mantimento, alimento, como qualquer tipo de bens materiais. Deuteronômio 12:11 Levítico 27:32 Neemias 10:38 Malaquias 3:10 Mateus 17:24 Tiago 5:4

      • edivaldo

        Cara é bom você estudar e não ser Maria vai com as outras.
        Em
        Malaquias 3 está falando das pessoas responsáveis em distribuir os
        Dízimos, os da tribos de Levi, eles estavam fazendo muitas coisas errada
        perante Deus.Estude, não só leia o capítulo todo, em Mateus Jesus só
        fala em mantimentos não fala em dinheiro e tinha dinheiro nesse
        período.OBS. (Jesus é da tribo de Judá e não da tribo de Levi, ele não
        poderia pedir Dízimos porque seria apedrejado e não cumpriria toda lei).
        OBS.(nós
        não somos israelitas, nem tão pouco da tribo de Levi da descendência de
        Arão que foi dada através de Moisés, somos irmãos em Cristo e éramos
        gentios).
        O Dízimo que a bíblia fala que tinha um período para
        fazer a colheita e era de coração, não poderia ser de qualquer
        jeito,leia o livro de Deuteronômio cap14 e o cap 26.
        Leia Mateus 7.

        para que não sejais julgados.
        Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
        E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
        Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
        Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
        Mateus 7:1-5

        para que não sejais julgados.
        Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
        E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
        Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
        Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
        Mateus 7:1-5

        para que não sejais julgados.
        Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
        E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
        Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
        Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
        Mateus 7:1-5

        • Engano seu, não sou Maria vai com as outras, sou ovelha que segue o bom pastor Jesus e o profetas e toda a escritura e não parte dela.
          1º engano seu: Jesus falou em dinheiro em Mateus 17 draquima é dinheiro e não alimento. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas. Mateus 23:23 fazer estas é dizimar sobre alimentos, mas também a justiça a misericórdia e a fé, devem fazer estas sem omitir aquelas.
          Malaquias 3 Deus fala para o seu povo e pelo seus sacerdotes, quem se acha ser povo de Deus segue os mandamentos, quem não é povo de Deus nao precisa praticar isso.
          2º engano, apesar de não sermos judeus, hebreus, quem se diz cristão seguidor de Cristo não deve omitir aquelas coisas dos da ribo de Levi Judá como profetas, e pastores, pois o dizimo é antes da lei, é da época de Abraão que deu os dizimos para Melquisedeque; E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. Gênesis 14:18
          Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque. Hebreus 5:10
          E mais a lei Jesus não veio revogar, acabar, mas cumprir, e como tais devemos cumprir toda a lei ou procurar estar em conformidade a semelhança de Cristo.
          O que falta em vc é o que falta na maioria da religiões, falta de hermenêutica, homilética, conhecimento, revelação, e do Espírito Santo para discernir, entender plenamente toda a verdade das escrituras, pois a letra mata ma o Espírito vivifica.

      • Lindomar de Souza

        DE TUDO OQUE É SEU, POIS O DINHEIRO QUE VOCÊ DEVE NÃO É SEU E SIM DO CREDOR, SEU É O QUE SOBRA PARA VOCÊ.

      • Anderson

        Velho testamento judaísmo e novo cristianismo somos cristãos e não judeus se querermos seguir o velho devemos fazer tudo que precisa pra ser um judeu

    • OS pastores não são ladrões, ladrões são quem não dão os dízimos e ofertas, antes roubam a Deus e a nação todo é amaldiçoada. Malaquias 3:9
      Disse Jesus: Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas. Mateus 23:23
      Por falta de hermeneuticamente, e homilética, interpretação com o Espírito e não distorcendo a verdade com meias verdades, é que existem muitas religiões pagas, falsas e heréticas no mundo, por causa de falsos lideres, falsos irmãos e falsos profetas. Se arrependa busque ao Senhor quebrantado e quem sabe Ele te perdoará, e sarará suas finasas, reservas, e toda a nação voltará a ver dias felizes e abençoados.

      • edivaldo

        Cara vc está delirando, a palavra de Deus não fala desse jeito, em Malaquias 3 está falando para os administradores os sacerdotes para eles fazerem o que é certo e não estavam fazendo, como socorrer os necessitados .dizendo que será contra os feiticeiros , contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem ao Senhor.
        dt 12;dt14 ;dt 26.
        Em dt 14 faz a diferença de dinheiro e dízimo, leia varias vezes não vá pela cabeça dos outros.
        Os Dízimos são alimentos, que vc tem que fazer com suas próprias mão para se alegra com sua casa e não esquecer dos necessitados.
        Não é para entregar em mãos de padres nem pastores, mas para nós todos praticarmos a misericórdia com o próximo com as nossas próprias mãos.

        contra
        os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o
        diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o
        direito do estrangeiro, e não me temem
        Malaquias 3:5

        contra
        os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o
        diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o
        direito do estrangeiro, e não me temem
        Malaquias 3:5

        contra
        os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o
        diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o
        direito do estrangeiro, e não me temem
        Malaquias 3:5

      • Anderson

        Porque está escrito em deuteronomio 14 vers 22 ao 27 isso é pra judeus e não pra cristãos se querermos seguir o velho testamento temos que circuncidar os meninos … e viver como judeus isso é judaísmo e não cristianismo …

      • rafaella

        Você mesmo respondeu quem estava roubando a Deus, os “escribas e fariseus” O Anderson tem razão, somo gentios, Cristão, e não Judeus. A Lei do dizímo é somente para a tribo de Levi, a casa do tesouro é o templo em Jerusalem que não tem mais, Levitas( que cuidava do templo), sacerdotes ( intermediario Deus e homem). Precisam estudar mais hein?!

  • Emerson Felipe

    Sou enfermeiro, então certamente trabalho com escalas. O dinheiro da escala de sábado é devolvido como oferta. Mas eu posso devolver pra qualquer departamento ou tem algum específico?
    O meu é devolvido para os Desbravadores, até porque é o mais “carente” da minha igreja.

  • Thaysa Christine

    Gostaria de saber porque a igreja não tem um portal de transparência da administração? Pergunto isso porque cobramos tanto das nossas autoridades, mas não dos que estão responsáveis pelo dízimo.
    Além disso, quem decide em que o dinheiro deve ser empregado? Por exemplo, no estado do Rio de Janeiro, em Nitéroi foi construído o Espaço Novo Tempo de São Francisco com uma mega estrutura, enquanto há igrejas que há décadas tentam construir templos simples, mas não conseguem ajuda significativa da associação. Acredito que o mais razoável seria se todos os membros fossem consultados.
    Sei que devemos fazer a nossa parte esperando que os líderes cumpram a sua, mas acho que essa seria uma forma de sanar as dúvidas, e assim mais pessoas continuariam comprometidas em dizimar e ofertar.

    • Lindomar de Souza

      PARABÉNS PELA PERGUNTA…THAYSA CRISTINE, MÁS PELO QUE EU SEI ISSO NUNCA VAI ACONTECER, POIS A IGREJA AINDA ESTÁ NA ESCURIDÃO. E O PIOR É QUE TEM IGREJAS QUE QUER O DIZIMO DE TUDO QUE VOCÊ RECEBE ….POR EXEMPLO , SE VOCÊ GANHA MIL REAIS POR MÊS ELES DIZEM QUE SÃO CEM REAIS DE DÍZIMOS FORA OFERTA E OURAS COISAS, ALÉM DISSO PEDEM OFERTAS PARA MANUTENÇÃO DO TEMPLO…AONDE FOI O SEU DIZIMO? O DIZIMO É SÓ DAQUILO QUE LIQUIDO, OU SEJA O SEU DIZIMO É SOMENTE DA PARTE QUE TE SOBROU DO SEU PAGAMENTO.

  • Diógenes Martins Bardiviesso

    Tenho uma dúvida. Na pergunta 27, “Os pobres da igreja podem ser atendidos com o dízimo?” a resposta é “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito”. Entretanto, em Deuteronômio 14: 28-28 está escrito “Ao fim de três anos, tirarás todos os dízimos da tua novidade no mesmo ano e os recolherás nas tuas portas. Então, virá o levita, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão, para que o Senhor, teu Deus, te abençoe em toda obra das tuas mãos, que fizeres”.
    Pelo que entendi, o dízimo é dado aos responsáveis pelo Templo (Levitas) e aos mais necessitados (órfãos, viúvas e estrangeiros). Queria tirar esta dúvida, pois posso ter compreendido mal o contexto.
    Desde já, agradeço a atenção.

    • Fausto Nascimento Patricio

      Olá Diógenes!
      Creio que a resposta está nessa passagem da bíblia que você citou em Dt 14:28 e 29 que diz que o destino dos dízimos deve ser para os levitas e os estrangeiros, órfãos e viúvas que vivem na cidade. Creio que essa passagem é bem clara e objetiva, o problema é que muitas vezes não vemos isso sendo feito e isso faz a gente pensar que é diferente, porém entendo que eu e você fomos chamados a ter a posição que a palavra de Deus nos traz e não as posições de determinadas igrejas.
      Deus abençoe você e a sua família!

  • Anderson

    Porque está escrito em deuteronomio 14 vers 22 ao 27 isso é pra judeus e não pra cristãos se querermos seguir o velho testamento temos que circuncidar os meninos … e viver como judeus isso é judaísmo e não cristianismo …

  • Anderson

    Jesus não nos disse nada sobre dízimo no novo testamento tudo sobre o dízimo na bíblia e velho testamento se estudarmos um pouco saberemos que não existe nada sobre dízimo como regra divina ou mandamento

  • ana smidt

    Dízimos e ofertas e nossa obrigacao

WordPress Lightbox Plugin